11.7 C
Kōnan
terça-feira, 1 de dezembro de 2020

Brasil: dólar fecha em R$ 3,987, e bolsa volta a bater recorde

Em mais um dia de otimismo no mercado financeiro, a moeda norte-americana fechou abaixo de R$ 3,99, e a bolsa voltou a bater recorde. O dólar comercial encerrou esta quarta-feira (30) vendido a R$ 3,987, com recuo de R$ 0,016 (-0,4%). A última vez em que a divisa tinha fechado nesse nível foi em 13 de agosto (R$ 3,97).

Estatística COVID19 - Coronavírus

Total Global
Última atualização em:
Casos

Mortes

Recuperados

Active

Casos Today

Mortes Today

Critical

Affected Countries

Indonésia em alerta após grupo terroristas ligado ao Daesh (isis) decapitar agricultor para “semear o terror”

Indonésia em alerta após grupo terroristas ligado ao Daesh (isis) decapitar agricultor para "semear o terror" As forças de segurança indonésias alertaram, nesta segunda-feira (30),...

Tóquio confirma 372 novos casos de infecção por coronavírus chinês nesta terça-feira (1º)

Tóquio confirma 372 novos casos de infecção por coronavírus chinês nesta terça-feira (1º) O governo metropolitano de Tóquio confirmou 372 novos casos de infecção por...

Apropriação cultural: China diz que kimchi é de origem chinesa

Apropriação cultural: China diz que kimchi é de origem chinesa Uma batalha on-line está esquentando sobre as origens do Kimchi, um prato de acelga fermentada...

Princesa Aiko do Japão faz aniversário de 19 anos

Princesa Aiko do Japão faz aniversário de 19 anos A princesa Aiko, filha do Imperador e Imperatriz do Japão, completa 19 anos nesta terça-feira (1º). A...

Reino Unido junta-se à NEC para testes de 5G

Reino Unido junta-se à NEC para testes de 5G Autoridades do governo britânico informam que se unirão ao fabricante japonês de eletrônicos NEC em uma...

Brasil: dólar fecha em R$ 3,987, e bolsa volta a bater recorde

Em mais um dia de otimismo no mercado financeiro, a moeda norte-americana fechou abaixo de R$ 3,99, e a bolsa voltou a bater recorde. O dólar comercial encerrou esta quarta-feira (30) vendido a R$ 3,987, com recuo de R$ 0,016 (-0,4%). A última vez em que a divisa tinha fechado nesse nível foi em 13 de agosto (R$ 3,97).

O dólar operou em alta durante quase toda a sessão. Na máxima do dia, por volta das 15h30, a cotação chegou a R$ 4,029. A divisa, no entanto, reverteu a tendência nos minutos finais da sessão, depois que o Federal Reserve (Fed), Banco Central norte-americano anunciou a redução dos juros da maior economia do planeta .

Taxas mais baixas nos Estados Unidos alivia as pressões sobre o dólar em todo o planeta e beneficia economias emergentes, como o Brasil. Isso ocorre porque os investidores internacionais aproveitam os juros maiores nos mercados emergentes. A decisão do Fed mantém o Brasil atrativo para aplicações financeiras, mesmo com o Banco Central daqui tendo reduzido a taxa Selic para 5% ao ano, no menor nível da história .

No mercado de ações, o dia também foi marcado pelo otimismo. O índice Ibovespa, da B3 (antiga Bolsa de Valores de São Paulo), fechou o dia aos 108.407 pontos, com alta de 0,79%. O indicador voltou a atingir o nível mais alto da história, superando o recorde anterior (108.187), registrado na segunda-feira (28).

Desde a aprovação em segundo turno da reforma da Previdência, na semana passada, o dólar tem caído, e a bolsa subido, com alguns dias de oscilações. O cenário internacional também tem contribuído para o otimismo no mercado financeiro.

A indicação de que o presidente norte-americano, Donald Trump, quer assinar parte do acordo comercial com a China antes da cúpula Fórum de Cooperação Econômica da Ásia-Pacífico (Apec), que ocorrerá em 16 e 17 de novembro, também tem aliviado as pressões sobre o dólar em todo o planeta.

Artigos relacionados

Índice Nikkei da Bolsa de Tóquio fecha na maior alta em quase 30 anos

Índice Nikkei da Bolsa de Tóquio fecha na maior alta em quase 30 anos O índice de ações de referência de Tóquio começou em dezembro...

Reino Unido junta-se à NEC para testes de 5G

Reino Unido junta-se à NEC para testes de 5G Autoridades do governo britânico informam que se unirão ao fabricante japonês de eletrônicos NEC em uma...

Taxa de desemprego no Japão aumenta para 3,1%.

Taxa de desemprego no Japão aumenta para 3,1%. A taxa de desemprego, sazonalmente ajustada, do Japão foi de 3,1% em outubro, um aumento de 0,1...

ÁSIA

ÚLTIMAS NOTÍCIAS - BRASIL

Bolsonaro e Fernández, da Argentina, têm primeira reunião bilateral

0
Bolsonaro e Fernández, da Argentina, têm primeira reunião bilateral O presidente Jair Bolsonaro e o presidente da Argentina, Alberto Fernández, tiveram na manhã desta segunda-feira...
Translate »