26.7 C
Kōnan
sexta-feira, 19 de agosto de 2022

MH370: Destroços das Ilhas Reunion ‘certamente’ são do voo desaparecido

Últimas Estatísticas do Coronavírus no Japão

MH370: Destroços das Ilhas Reunion  ‘certamente’ são do voo desaparecido. Promotores franceses disseram acreditar que “com certeza” a parte da asa encontrado na Ilha Reunion em julho são do voo MH370.

A seção da asa, conhecido como flaperon, tinham sido examinados na França por especialistas em aviação internacionais.

As autoridades francesas fizeram pesquisas sobre e ao redor das Ilhas Reunion a procura de mais detritos, porém nada foi encontrado.

O avião da Malaysia Airlines transportando 239 pessoas saiu de seu curso, entre Kuala Lumpur e Pequim, em março 2014.

O governo da Malásia havia dito, anteriormente, que acreditava que o flaperon pertencia ao MH370.

Os investigadores franceses tinham até agora sido mais cauteloso sobre a proveniência dos detritos.

Mas na quinta-feira, um técnico da Airbus Defesa e Espaço (ADS-SAU) na Espanha, disse que tinha feito o flaperon do Boeing, e havia formalmente identificado um dos três números encontrados na peça como sendo o mesmo que o número de série no MH370.

O magistrado encarregado de conduzir as investigações é um especialista em aviação e tinha ido à sede da ADS-SAU na quinta-feira.

As famílias das pessoas a bordo – que eram em sua maioria chineses – ficaram irritado com as aparentes discrepâncias em declarações de funcionários franceses e da Malásia, e acusaram as autoridades de esconder a verdade.

A Transport Safety Bureau Australiano (ATSB) tem coordenado a pesquisa em alto mar no Oceano Índico do sul, onde se acredita que o avião tenha caído, milhares de milhas a leste da Ilha Reunion.

O primeiro-ministro Tony Abbott disse que as pesquisas continuariam, “nós devemos isso às centenas de milhões de pessoas que usam nossos céus”.

Artigos relacionados

ÁSIA

spot_imgspot_img
Translate »