Reator nuclear de Ikata volta a ficar online

Um reator, da usina nuclear de Ikata, na província de Ehime, oeste do Japão, voltou a ficar online após ser suspenso por cerca de um ano.

Image © (Reator nuclear de Ikata, província de Ehime / Reprodução / via Asian Review) Oct/2018

Reator nuclear de Ikata volta a ficar online.

Um reator, da usina nuclear de Ikata, na província de Ehime, oeste do Japão, voltou a ficar online após ser suspenso por cerca de um ano.

O reator No.3, foi reiniciado neste sábado (27). Funcionários na sala de controle central removeram as hastes que suprimem a fissão nuclear aos 30 minutos após a meia-noite.

A Shikoku Electric Power Company fechou o reator em outubro passado para inspeções regulares. Foi mantido off-line por uma liminar, emitida dois meses depois, pelo Supremo Tribunal de Hiroshima.

A decisão foi revogada no mês passado por outro juiz do Supremo Tribunal, abrindo caminho para um recomeço.

A Shikoku Electric diz que, se o processo transcorrer normalmente, o reator de Ikata, provavelmente, atingirá a criticidade – uma reação nuclear autossustentável – no sábado à noite.

Espera-se que comece a geração e transmissão de energia na terça-feira (30) e inicie as operações comerciais em 28 de novembro.

O prefeito de Ikata, Kiyohiko Takakado, em um comunicado, pediu à Shikoku Electric que continue buscando segurança e confiabilidade na usina e forneça uma divulgação de informações altamente transparente.

Membros de um grupo cívico que se opõe à usina nuclear, neste sábado, organizaram uma manifestação no local. Uma participante disse que ouviu que reatores nucleares são necessários para garantir o fornecimento estável de energia, mas ela acha que materiais radioativos, potencialmente ameaçadores à vida, estão sendo usados ​​para gerar energia.