Por onde anda Ricardo Macchi, o cigano Igor de Explode Coração?

Ricardo Macchi, ator e produtor cultural, natural de Porto Alegre, participou de 10 peças de teatro, 10 novelas, 37 documentários e 3 longas metragens. Alcançou fama nacional em 1995, ao interpretar o cigano Igor na novela global Explode Coração, de Gloria Perez, que foi exibida em 1995. Macchi foi o protagonista fazendo par romântico com Dara (Tereza Seiblitz). Estreante na época, e com a grande responsabilidade de protagonista, Macchi foi capa de 57 revistas e o nome Igor estourou em todo o país, sendo o preferido nos cartórios de registros de nascimento. Explode Coração teve cenas gravadas em Tóquio – JP e em Sevilha – Espanha, sendo a primeira novela gravada nos estúdios do Projac, em  Jacarepaguá – Rio de Janeiro.

A novela que abordou temas, como desaparecimento de crianças, ascensão da internet, respeito à diversidade e cultura cigana, teve reprise no início de 2018 pelo Canal Viva. Como costuma fazer nas suas tramas, a autora Gloria Perez abordava em Explode Coração mais uma campanha social, dessa vez sobre crianças desaparecidas, através do garoto Gugu (Luiz Cláudio Júnior), filho de Odaísa (Isadora Ribeiro) que foi raptado por seu ex-namorado, Geraldo (Gracindo Júnior), que tentou vendê-lo a um casal estrangeiro. A campanha ajudou a encontrar mais de 100 crianças desaparecidas e mostrou a luta das “Mães da Cinelândia.”

Atuou em teatro, cinema e na TV, entre Globo, novelas na Record e no SBT, na Casa do Artistas. Macchi investiu nos seus próprios projetos, como documentários de responsabilidade social e educação ambiental, inclusive tendo recebido o troféu JK por meu trabalho em dois documentários, um sobre a Reserva do Tinguá e o  ‘Grão’, sobre a Cidade de Deus.

Adepto de alguns hábitos saudáveis como não beber, fumar ou se drogar, Macchi que é natural de Porto Alegre, nasceu em 10 de abril de 1970, e tem no seu currículo, 37 documentários produzidos, roteirizamos, dirigidos, e apresentados por ele. Sindicalizado como artista desde 1987, seu primeiro trabalho na televisão foi aos 15 anos fazendo um comercial e aos 17 trocou Porto Alegre por São Paulo.

Aos 20 anos foi morar na Europa, trabalhando como modelo da agência Italy Models Milão, participando de diversas campanhas nacionais e internacionais. O ator também estudou na Inglaterra. Em 2012, estrelou um comercial de automóvel, ao lado do ator Dustin Hoffman. Macchi foi casado por sete anos e meio com a atriz Ellen Roche. O namoro teve início em 2002, quando participaram de um reality show. Na época que terminaram o romance, Ellen declarou que pretendia ficar amiga dele para sempre. Ricardo declarava seu amor e admiração por ela, mesmo com o fim do relacionamento. A amizade entre eles persiste até hoje.

Macchi tentou carreira política em 2014, pela sigla PTB, como Deputado Federal pelo Rio Grande do Sul, mas não conseguiu se eleger. Entre seus trabalhos na TV, consta o personagem Cigano Igor em Explode Coração (1995) – Genésio Labate na novela Por Amor (1997)  – Rafael em Malhação (1998) – Sai de Baixo (2000) – Darcy (ep: A Farra do Bofe) também em 2000 –

Angelo Souza em Metamorphoses (2007) – Golias em Caminhos do Coração (2007) – Golias em Os Mutantes (2008) – Turma do Didi (2012) – (participação especial) Tá no Ar: a TV na TV ( 2014) – Brutus Bradoca, o Astronauta Russo em Tomara que Caia (2015) – Homem Babá- Vários personagens em Zorra (2016) e Claudinho em  [(Darci)] Multishow (2018).

Em teatro, atuou em Blue Jeans (foto acima) dir. Wolf Maya (1991/1992) – Hair dir. Jorge Fernando (1993) – Deu Broadway na Cabeça dir. Cininha de Paula 2002 – Jefrey dir. Gilberto Grawonsck 2013 – Coisas que Porto Alegre Fala ((Peça de teatro gravada ao vivo no formato TV, com platéia de três mil pessoas e record de público em uma peça de teatro, 2.950 pessoas) em (2013/2014).

No cinema foi o Thiago de Surferssauros – Os Tubarões de Copacabana (2011), filme de Rosário Boyer – Tinder em “O Maníaco do Facebook” (2015) – Borge em “Os Parças” de Halder Gomes (2017). Na série “Darci” exibido pelo Multishow, Macchi atuou ao lado de Tom Cavalcante, Fabiana Karla e grande elenco.

O ator está atualmente no Canal GNT e em cartaz no teatro com Opera Rock “Que Mundo É Este?”, um espetáculo musical com muita poesia, contestação, filosofia motivacional, uma dinâmica coletiva sensorial criada para deixar a plateia emocionada, um espetáculo direcionada para toda a família. No elenco: Nei Tomazi, Alexandre Steinmetz, Zeca Padilha, Jo Swirtez, Jorge Flores, Dinamite Joe, Dominique Acro e Ricardo Macchi.

Ricardo Macchi teve participação especial, da primeira produção do Rio Grande do Sul, a emplacar na grade de programação do serviço de streaming para a Netflix (Coisas que Porto Alegre Fala). As histórias baseadas nas esquetes de humor que fizeram grande sucesso no Youtube, e se transformaram em espetáculo teatral. O enredo mostra a confusão de um grupo de amigos, que ao acordar de uma ressaca, não conseguem se lembrar do que aconteceu na noite anterior.

Contato E-mail: [email protected]
Instagram:ricardomacchioficial
Youtube:https://www.youtube.com/channel/UCWFJoK20iTFF9viIN8kFAbw

Da Redação by Cleo Oshiro

Artigo anteriorBrasil: para a Globo, traficante portando fuzil não é certeza de ameaça
Próximo artigoBrasil: músico Marcelo D2 ataca deputado federal “Hélio Bolsonaro” com injúria racial
Cleo Oshiro
Sou a Cleo Oshiro, uma mineira que no ano de 2002 optou por viver no Japão com a família. Em 2010 a Revista GVK Internacional no Brasil, especializada em karaokê, me descobriu no Orkut e através da minha paixão pela música e karaokê, decidiram fazer uma matéria sobre minha vida aqui no Japão, afinal foi aqui na cidade de Kobe que ele surgiu e se espalhou pelo mundo. Com a repercussão da matéria, eles me convidaram para ser a Correspondente Internacional da revista no Japão e aceitei o desafio e não parei mais. Fui Colunista Social por 2 anos no Portal Mie/Japão, da Revista Baladas Internacional/ Suiça, na BDCiTV/EUA e na Revista Biografia/ Brasil, realizando entrevistas com várias personalidades do meio artístico. Minhas matérias são para divulgar o trabalho dos artistas, sem apelos sensacionalistas, mesmo porque meu foco é mostrar a imensidão de talentos espalhados pelo mundo sejam famosos ou não. Atualmente faço parte da equipe da Rádio Shiga, onde faço matérias artísticas e sou a idealizadora do programa musical The Best Of Brazilian Music em parceria com o Omote-san. O programa foi suspenso devido problemas interno, mas o tempo em que esteve no ar levava a música brasileira à outros países da Asia. O programa The Best Of Brazilian Music era apresentado em inglês pela DJ Shine Dory, uma filipina apaixonada pela MPB e Bossa Nova. A escolha pelo idioma foi para alcançar japoneses e estrangeiros que vivem no Japão, já que inglês é um idioma universal e os brasileiros já contavam com o acesso as informações dos artistas através das matérias publicadas por mim no site