Kim alerta para buscar “novo caminho” com os EUA

O ditador norte-coreano Kim Jong Un disse que está ansioso para realizar uma segunda rodada de negociações com os Estados Unidos, mas ameaça buscar um "novo caminho" caso Washington mantenha sanções contra o país.

Image © (Ditador norte-coreano, Kim Jong-un, em televisão na Coreia do Sul / Reprodução / via CBC) Jan/2019

Kim alerta para buscar “novo caminho” com os EUA.

O ditador norte-coreano Kim Jong Un disse que está ansioso para realizar uma segunda rodada de negociações com os Estados Unidos, mas ameaça buscar um “novo caminho” caso Washington mantenha sanções contra o país.

O discurso, de 30 minutos, de Kim para o Ano Novo foi transmitido nesta terça-feira (1) na televisão estatal coreana.

Kim disse que está pronto para encontrar o presidente dos EUA, Donald Trump, novamente a qualquer momento.

Ele também prometeu que Pyongyang não irá mais construir, testar, usar ou espalhar armas nucleares.

Mas Kim disse que a Coreia do Norte não terá escolha a não ser buscar um “novo caminho” se os EUA julgarem erradamente a paciência de seu povo e adotar sanções e pressões.

Washington diz que continuará impondo sanções até que o Norte alcance a total desnuclearização.

Em seu discurso, Kim também disse que seu país trabalhará em estreita colaboração com os partidos do acordo de armistício da Guerra da Coreia para promover negociações multilaterais sobre a transformação do pacto em um tratado de paz.

Kim pediu aos EUA e à Coreia do Sul que interrompam seus exercícios militares conjuntos. Ele disse que elas são a fonte de tensão na península coreana.

Os EUA mantêm a intenção de realizar exercícios com a Coreia do Sul na primavera deste ano, embora em menor escala do que o habitual.