Especialista comenta a libertação do jornalista Jumpei Yasuda

Um especialista na Síria diz que a mudança de situação no país do Oriente Médio pode estar por trás da libertação, por militantes, do jornalista japonês Jumpei Yasuda.

Image © (Professor Hiroyuki Aoyama da Universidade de Estudos Estrangeiros de Tóquio / Reprodução / via NHK World) Oct/2018

Especialista comenta a libertação do jornalista Jumpei Yasuda.

Um especialista na Síria diz que a mudança de situação no país do Oriente Médio pode estar por trás da libertação, por militantes, do jornalista japonês Jumpei Yasuda.

O professor Hiroyuki Aoyama, da Universidade de Estudos Estrangeiros de Tóquio, falou sobre o momento das informações enviadas ao governo do Japão sobre a libertação de Yasuda na noite desta terça-feira (23).

Aoyama disse que o governo da Síria, durante o governo do presidente Bashar al-Assad, ganhou vantagem na guerra civil do país, e que o fim do conflito agora está à vista.

Aoyama disse que, dada esta situação, manter Yasuda como refém pode ter se tornado um fardo para os militantes.

Ele também se referiu à ajuda do governo do Catar para garantir a libertação de Yasuda. Ele disse que o Catar, como a Turquia, apóia as forças da oposição na guerra e pode exercer influência.

Aoyama disse que o Qatar desempenhou um papel intermediário nas negociações com as forças da oposição na libertação de outros reféns estrangeiros.