Carlos Pertrini: O anjo dos artistas

Carlos Alberto Moniz Pertrini , cujo nome artístico é Carlos Petrini, além de cantor, atua na área técnica de medicina laboratorial do Hospital Ruben Berta em São Paulo. Com fama de Anjo no cenário musical, ele sempre se dedicou a auxiliar vários amigos músicos e artistas que através dos percalços da vida não tinham condições de pagar por exames médicos e laboratoriais.Conheceu Cauby Peixoto, quando o cantor internou- se para fazer uma pequena cirurgia, e a partir daquele momento tornaram-se grandes amigos. Petrini sempre o acompanhou nos shows até o final de sua vida. Em 2016 gravou o CD Carlos Pertrini Canta com Amigos, inclusive com a participação de Cauby Peixoto que faleceu no dia 15 de maio de 2016, aos 85 anos, em São Paulo.Na sua trajetória musical, gravou vários CD’s e foi o fundador e líder da banda Quinta Dimensão. Pertrini se apresenta atualmente em shows na companhia de amigos, e apresenta o programa Rock Brasil, que é transmitido pela Sinal Vip, uma Rádioweb. O programa tem em sua pauta entrevistas, música brasileira, inclusive rock nacional e entre seus convidados recebeu  Edith Veiga (a rainha do Bolero), André Ricardo,  Antônio Aguillar, Altieris Barbieiro, Pik Massaru, Patrick Dimon, cantor grego radicado no Brasil responsável por grandes sucessos como Pigeon Without A Dove, Shes a lady e  Love Grows. 

Nascido na cidade de Santo Andre –Bairro Utinga – SP no dia 28 de setembro 1953 sempre foi apaixonado por artes em geral e aos 15 anos começou a tocar em uma bandinha na cidade de Mauá – SP. A banda tocava em parques de diversão, circos e bailinhos nas casas de amigos e foi durante uma festa em um parque, que Carlos conheceu Amauri França, responsável pela contratação de artistas para se apresentarem em parques, circos e outros eventos.Amauri França acabou ficando muito amigo da banda, a ponto de convida-la para acompanhar os artistas, que ele levava para cantar nos shows. Esse foi o início do envolvimento de Carlos com os artistas, tendo a oportunidade de tocar com vários intérpretes que eram grandes sucesso na época. Conheceu e conviveu com grandes nomes da música como: (Wanderléa, Vanusa, Paulo Sergio, Ed Carlos, Deno e Dino, Ricardo Braga) entre tantos outros. Viajou com esses artistas por várias cidades e assim começou sua vida musical. Durante a sua jornada estreitou laços de amizades com  a família de vários artistas como Roberto Carlos, Wanderléa, Vanusa, António Aguillar, Ed Carlos, Ricardo Braga, Patrik Dimon e outros.Filho de pai ferroviário que trabalhava como foguista de locobreke (máquina a vapor que puxava os trens) na Estrada de Ferro Santos – Jundiaí, na serra de Santos, Petrini tem paixão por corrida automobilística, onde já conquistou prêmios em algumas categorias, inclusive na Fórmula Ford.

Facebook:https://www.facebook.com/pertrinicarlos/
Youtube:https://www.youtube.com/channel/UCRsWYVbU5Ht6afETXVVGBGA/featured

Da Redação by Cleo Oshiro

Artigo anteriorApós turnê Europeia, Maestrick realiza shows no Brasil com o VersOver
Próximo artigoBrasil do absurdo: defensor público sugere que Temer exclua colarinho branco de indulto
Cleo Oshiro
Sou a Cleo Oshiro, uma mineira que no ano de 2002 optou por viver no Japão com a família. Em 2010 a Revista GVK Internacional no Brasil, especializada em karaokê, me descobriu no Orkut e através da minha paixão pela música e karaokê, decidiram fazer uma matéria sobre minha vida aqui no Japão, afinal foi aqui na cidade de Kobe que ele surgiu e se espalhou pelo mundo. Com a repercussão da matéria, eles me convidaram para ser a Correspondente Internacional da revista no Japão e aceitei o desafio e não parei mais. Fui Colunista Social por 2 anos no Portal Mie/Japão, da Revista Baladas Internacional/ Suiça, na BDCiTV/EUA e na Revista Biografia/ Brasil, realizando entrevistas com várias personalidades do meio artístico. Minhas matérias são para divulgar o trabalho dos artistas, sem apelos sensacionalistas, mesmo porque meu foco é mostrar a imensidão de talentos espalhados pelo mundo sejam famosos ou não. Atualmente faço parte da equipe da Rádio Shiga, onde faço matérias artísticas e sou a idealizadora do programa musical The Best Of Brazilian Music em parceria com o Omote-san. O programa foi suspenso devido problemas interno, mas o tempo em que esteve no ar levava a música brasileira à outros países da Asia. O programa The Best Of Brazilian Music era apresentado em inglês pela DJ Shine Dory, uma filipina apaixonada pela MPB e Bossa Nova. A escolha pelo idioma foi para alcançar japoneses e estrangeiros que vivem no Japão, já que inglês é um idioma universal e os brasileiros já contavam com o acesso as informações dos artistas através das matérias publicadas por mim no site