Brasil: terrorista Cesare Battisti desaparece da cidade onde mora

O terrorista italiano Cesare Battisti sumiu de Cananéia, no litoral de São Paulo, onde morava. Foi visto pela última vez pouco antes da eleição de Jair Bolsonaro, que prometeu extraditá-lo.

Image © (Terrorista italiano Cesare Battisti, condenado a prisão perpétua na Itália e refugiado no Brasil / Reprodução / via Globo) Oct/2018

Brasil: terrorista Cesare Battisti desaparece da cidade onde mora.

O terrorista italiano Cesare Battisti sumiu de Cananéia, no litoral de São Paulo, onde morava. Foi visto pela última vez pouco antes da eleição de Jair Bolsonaro, que prometeu extraditá-lo.

O jornalista Paolo Manzo, correspondente do Il Giornale, foi quem deu a notícia. Ele esteve em Cananéia e constarou o sumiço de Battisti:

“O último avistamento oficial de Cesare Battisti data de sábado (27). Uma testemunha disse que o viu embarcar em um barco em Cananéia, uma vila de pescadores a cerca de 260 km de São Paulo. Provavelmente fugindo. Em Cananéia, onde ele morou por muito tempo, nós o encontramos há um ano. Hoje Cesare Battisti desapareceu. Volatilizado no nada. A informação policial é ecoada pelos que o conheciam bem. ‘Há cerca de dez dias não o vejo’, revela Wine, 55, barba desgrenhada e pequenos biscates para sobreviver. ‘Para mim, Cesare é um irmão, uma pessoa boa, ele pagou pelos erros que cometeu’. Juntos, tentamos chamar Battisti na sua casa. Ninguém responde.”

Se Battisti conseguiu escapar, é preciso dar parabéns ao ministro do Supremo Tribunal Federal – STF, Luiz Fux, que no dia 13 de outubro de 2017 concedeu liminar para garantir que Battisti não fosse expulso, extraditado ou deportado do Brasil.

Battisti é acusado de terrorismo e assassinato na Itália, onde foi condenado à prisão perpétua em 1993, mas fugiu e acabou no Brasil, onde recebeu refúgio político em 2007. Desde então seu país de origem tanta a extradição dele junto às autoridades brasileiras.

Em 2010, o então presidente, Luis Inácio Lula da Silva (PT) negou à Itália o pedido de extraditar Battisti.