Adriana Sanchez: Cantora e multi-instrumentista lança Lyric Vídeo da canção “Quase Nada”

Adriana Sanchez, cantora, compositora, multi-instrumentista (toca acordeão, conhecido popularmente como sanfona, ukulele e piano), criadora e integrante da Barra da Saia, uma banda feminina, que traz no seu repertório a mistura de ritmos como o chamamé, country, clássicos caipiras, sertanejo, rock, polka, sendo batizada de estilo Roça’n Roll. Com uma agenda agitada nesse final e início de ano, Adriana lançou em dezembro, o videoclipe do seu trabalho solo, a versão belíssima da música “Quase Nada” (Zeca Baleiro e Alice Ruiz) e realizou shows no Teatro Itália/SP e Sesi Campinas/SP no início de 2019.

Além do trabalho solo e com a banda Barra da Saia, a cantora é engajada em trabalhos sociais, entre eles a participação na campanha da LBV, Natal Solidário 2018, que realiza a entrega de cestas de Natal. Mais de 50 mil famílias são beneficiadas através do projeto em todo o Brasil, através de uma tonelada de alimentos.

A campanha Natal Permanente da LBV — Jesus, o Pão Nosso de cada dia! acontece tradicionalmente, no mês de dezembro, beneficiando famílias atendidas pelos programas socioeducacionais da LBV, e as que são apoiadas por organizações parceiras da Instituição. Adriana participou também do projeto Mechas de Amor, em prol de mulheres em tratamento de câncer. O projeto tem a missão de doar perucas, para pessoas que perdem o cabelo durante o tratamento da quimioterapia.

Adriana lançou seu projeto solo em 2015, com o CD e DVD Salve Lua: Tributo a Luiz Gonzaga com a participação de vários convidados. A cantora apresenta o show Salve Lua em homenagem ao eterno Luiz Gonzaga por todo o Brasil.Natural de Santo André (SP) Adriana Sanchez começou na música ainda na infância. Em 1998, formou a banda Barra da Saia e em 2011, foi primeira sanfoneira a receber patrocínio internacional da Hohner, a conceituada empresa alemã de instrumentos musicais.

A cantora é representante da Lanikai, marca de ukeleles da mesma empresa dos acordeões Hohner. Convidada pelo Padre cantor António Maria, fez a sua estreia como atriz no filme Anjo Bom da Bahia — A vida de Irmã Dulce. Adriana interpretou a própria Irmã Dulce, já que a freira tocava acordeão.

Em 2017 lançou o CD “Todo Interior é Igual” com músicas inéditas em parceria com os compositores brasileiros Rafael Altério (piano e voz) e Guilherme Rondon (violão e voz). Guilherme Rondon tem parcerias com grandes nomes da música, como Almir Sater e Paulo Simões, e autor de composições gravadas por Ivan Lins e Nana Caymmi.

Com composições próprias ao som de toadas, chamamés e causos, o CD  “Todo Interior é Igual” tem a participação do cantor e compositor Pedro Altério (5 a Seco) e da cantora portuguesa Susana Travassos. Os músicos Breno Ruiz (piano), Gabriel Altério (bateria e percussão), Sandro Moreno (bateria), Bosco Fonseca (contrabaixo) e Webster Santos (violão, guitarra e bandolim) participaram do álbum. Com direção de Bosco Fonseca, o disco tem o selo da Radar Records.

Facebook: https://www.facebook.com/drisanchezsanfona/
Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCq1w0yOe1ZIUlz8NkMvoZng

Da Redação by Cleo Oshiro

Artigo anteriorCastanha de caju ao curry com sementes de gergelim e girassol
Próximo artigoO projeto “Jazz do Mundo” recebe a artista brasileira GUAI
Cleo Oshiro
Sou a Cleo Oshiro, uma mineira que no ano de 2002 optou por viver no Japão com a família. Em 2010 a Revista GVK Internacional no Brasil, especializada em karaokê, me descobriu no Orkut e através da minha paixão pela música e karaokê, decidiram fazer uma matéria sobre minha vida aqui no Japão, afinal foi aqui na cidade de Kobe que ele surgiu e se espalhou pelo mundo. Com a repercussão da matéria, eles me convidaram para ser a Correspondente Internacional da revista no Japão e aceitei o desafio e não parei mais. Fui Colunista Social por 2 anos no Portal Mie/Japão, da Revista Baladas Internacional/ Suiça, na BDCiTV/EUA e na Revista Biografia/ Brasil, realizando entrevistas com várias personalidades do meio artístico. Minhas matérias são para divulgar o trabalho dos artistas, sem apelos sensacionalistas, mesmo porque meu foco é mostrar a imensidão de talentos espalhados pelo mundo sejam famosos ou não. Atualmente faço parte da equipe da Rádio Shiga, onde faço matérias artísticas e sou a idealizadora do programa musical The Best Of Brazilian Music em parceria com o Omote-san. O programa foi suspenso devido problemas interno, mas o tempo em que esteve no ar levava a música brasileira à outros países da Asia. O programa The Best Of Brazilian Music era apresentado em inglês pela DJ Shine Dory, uma filipina apaixonada pela MPB e Bossa Nova. A escolha pelo idioma foi para alcançar japoneses e estrangeiros que vivem no Japão, já que inglês é um idioma universal e os brasileiros já contavam com o acesso as informações dos artistas através das matérias publicadas por mim no site