33.3 C
Kōnan
segunda-feira, 10 de agosto de 2020

Zoológico de NY pede desculpas pela exposição de africano de 1906

O operador do Zoológico do Bronx em Nova York pediu desculpas por um incidente ocorrido 114 anos atrás, no qual um africano foi exposto em uma "casa de macacos".

Estatística COVID19 - Coronavírus

Total Global
Última atualização em:
Casos

Mortes

Recuperados

Active

Casos Today

Mortes Today

Critical

Affected Countries

Coronavírus chinês prejudica as viagens de verão no Japão

Coronavírus chinês prejudica as viagens de verão no Japão O número de pessoas usando transporte público no Japão é muito menor do que o normal...

Polícia de Hong Kong prende fundados de jornal anti-Pequim

Polícia de Hong Kong prende fundados de jornal anti-Pequim A polícia de Hong Kong prendeu o fundador de um jornal crítico de Pequim e outras...

Atenção com forte calor e tempestades tropicais

Atenção com forte calor e tempestades tropicais O forte calor continuou no Japão nesta segunda-feira (10), com temperaturas máximas de 38 graus Celsius em algumas...

Secretário de Saúde dos EUA encontra com presidente de Taiwan em Taipei

Secretário de Saúde dos EUA encontra com presidente de Taiwan em Taipei O Secretário de Saúde e Serviços Humanos dos EUA, Alex Azar, manteve conversações...

Bolsonaro convida Temer para chefiar missão humanitária no Líbano

Bolsonaro convida Temer para chefiar missão humanitária no Líbano O presidente Jair Bolsonaro participou, na manhã deste domingo (9), de uma videoconferência com outros chefes de Estado...

Zoológico de NY pede desculpas pela exposição de africano de 1906

O operador do Zoológico do Bronx em Nova York pediu desculpas por um incidente ocorrido 114 anos atrás, no qual um africano foi exposto em uma “casa de macacos”.

A Wildlife Conservation Society divulgou uma declaração em seu site nesta quarta-feira (29).

A nota diz que Ota Benga, da atual República Democrática do Congo, foi exposto por vários dias, em setembro de 1906.

Ele foi transferido para um orfanato depois que ministros negros locais protestaram imediatamente contra o incidente. A declaração diz que ele tirou sua própria vida uma década depois.

Os protestos anti-racistas continuam nos Estados Unidos após a morte de um homem negro sob custódia policial em maio.

O operador do zoológico disse lamentar que muitas pessoas e gerações tenham sido feridas por sua incapacidade de condenar e denunciar publicamente os erros do passado.

Ela planeja liberar registros relacionados com o homem, on-line, para pesquisadores e outros.

SourceNHK World

Artigos relacionados

Polícia de Hong Kong prende fundados de jornal anti-Pequim

Polícia de Hong Kong prende fundados de jornal anti-Pequim A polícia de Hong Kong prendeu o fundador de um jornal crítico de Pequim e outras...

Secretário de Saúde dos EUA encontra com presidente de Taiwan em Taipei

Secretário de Saúde dos EUA encontra com presidente de Taiwan em Taipei O Secretário de Saúde e Serviços Humanos dos EUA, Alex Azar, manteve conversações...

Bolsonaro convida Temer para chefiar missão humanitária no Líbano

Bolsonaro convida Temer para chefiar missão humanitária no Líbano O presidente Jair Bolsonaro participou, na manhã deste domingo (9), de uma videoconferência com outros chefes de Estado...

ÁSIA

ÚLTIMAS NOTÍCIAS - BRASIL

Bolsonaro convida Temer para chefiar missão humanitária no Líbano

0
Bolsonaro convida Temer para chefiar missão humanitária no Líbano O presidente Jair Bolsonaro participou, na manhã deste domingo (9), de uma videoconferência com outros chefes de Estado...
Translate »