Noturnall lançou o DVD “Made In Russia”

Ao lado da banda norte-americana Disturbed, o Noturnall fez três shows em Moscou, Yakateremburgo e São Petesburgo há um ano atrás, que mobilizaram uma grande equipe e toneladas de equipamentos. Essa mesma turnê deu origem ao novo DVD da banda, “Made In Russia”. No dia 13 de Julho,  no Dia Mundial do Rock, “Made In Russia” já estava disponível na íntegra no canal oficial da banda no YouTube. Há exatamente um ano, na Rússia, o Noturnall protagonizou mais um momento histórico para o metal brasileiro ao realizar uma das turnês mais emblemáticas e intensas de sua carreira.

Depois de ter sido transmitido no formato streaming-live em Maio e assistido por mais de 12 mil pessoas, “Made In Russia” foi disponibilizado na íntegra no canal do Noturnall no Youtube a partir do dia 13 de Julho, Dia Mundial do Rock. O áudio de “Made In Russia” também ficou disponível separadamente nas plataformas digitais de música a partir dessa mesma data.

O repertório do show no DVD “Made In Russia” procurou reunir os principais clássicos da carreira do Noturnall, embora com ênfase nas novas composições escritas com a atual formação da banda que conta com Thiago Bianchi (vocal), Mike Orlando (guitarras), Saulo Xakol (baixo) e Henrique Pucci (bateria). Entre essas composições está “Cosmic Redemption”, que foi lançada como single em Junho e já bateu quase 300 mil visualizações no Youtube.

“Apesar de ser um show curto, conseguimos cobrir boa parte dos sucessos da banda e ainda trazer duas músicas que estarão em nosso próximo disco, a “Scream! For!! Me!!!” – que originalmente contou com ninguém menos que Mike Pornoy no clipe oficial – e a homônima ao disco, “Cosmic Redemption”, que foi lançada como single e que dará nome ao novo álbum do Noturnall. Aliás, “Cosmic Redemption” é uma música que já vínhamos tocando em shows ao longo do último ano, inclusive foi muito pedida nos shows de nossa última tour com Mike Portnoy pelo Brasil”, comentou o vocalista Thiago Bianchi.

Para assistir o DVD “Made In Russia”, acesse o canal oficial do Noturnall no Youtube: www.youtube.com/noturnallofficial
Já para assistir o single  “Cosmic Redemption”, acesse: https://youtu.be/yKv9kWT12-M

Mais Informações:
www.noturnall.com
www.twitter.com/noturnall
www.facebook.com/noturnall
www.instagram.com/noturnall
www.youtube.com/noturnallofficial


Press Release:
Eliton Tomasi – SOM DO DARMA
[email protected]
www.somdodarma.com.br
+55 (15) 3211-1621

Informações Para Imprensa:
Susi dos Santos – SOM DO DARMA
[email protected]
www.somdodarma.com.br
+55 (15) 99117-6613

Da Redação by Cleo Oshiro
Artigo anteriorResidentes de Tóquio oram pelas vítimas de ataques aéreos dos EUA em 1945
Próximo artigoContinua a onde de calor no Japão
Cleo Oshiro
Sou a Cleo Oshiro, uma mineira que no ano de 2002 optou por viver no Japão com a família. Em 2010 a Revista GVK Internacional no Brasil, especializada em karaokê, me descobriu no Orkut e através da minha paixão pela música e karaokê, decidiram fazer uma matéria sobre minha vida aqui no Japão, afinal foi aqui na cidade de Kobe que ele surgiu e se espalhou pelo mundo. Com a repercussão da matéria, eles me convidaram para ser a Correspondente Internacional da revista no Japão e aceitei o desafio e não parei mais. Fui Colunista Social por 2 anos no Portal Mie/Japão, da Revista Baladas Internacional/ Suiça, na BDCiTV/EUA e na Revista Biografia/ Brasil, realizando entrevistas com várias personalidades do meio artístico. Minhas matérias são para divulgar o trabalho dos artistas, sem apelos sensacionalistas, mesmo porque meu foco é mostrar a imensidão de talentos espalhados pelo mundo sejam famosos ou não. Atualmente faço parte da equipe da Rádio Shiga, onde faço matérias artísticas e sou a idealizadora do programa musical The Best Of Brazilian Music em parceria com o Omote-san. O programa foi suspenso devido problemas interno, mas o tempo em que esteve no ar levava a música brasileira à outros países da Asia. O programa The Best Of Brazilian Music era apresentado em inglês pela DJ Shine Dory, uma filipina apaixonada pela MPB e Bossa Nova. A escolha pelo idioma foi para alcançar japoneses e estrangeiros que vivem no Japão, já que inglês é um idioma universal e os brasileiros já contavam com o acesso as informações dos artistas através das matérias publicadas por mim no site