30.6 C
Kōnan
segunda-feira, 10 de agosto de 2020

Incêndios florestais australianos matam ou desalojam cerca de 3 bilhões de animais

Estima-se que cerca de 3 bilhões de animais foram mortos ou desalojados durante os incêndios florestais "Black Summer" na Austrália.

Estatística COVID19 - Coronavírus

Total Global
Última atualização em:
Casos

Mortes

Recuperados

Active

Casos Today

Mortes Today

Critical

Affected Countries

Coronavírus chinês prejudica as viagens de verão no Japão

Coronavírus chinês prejudica as viagens de verão no Japão O número de pessoas usando transporte público no Japão é muito menor do que o normal...

Polícia de Hong Kong prende fundados de jornal anti-Pequim

Polícia de Hong Kong prende fundados de jornal anti-Pequim A polícia de Hong Kong prendeu o fundador de um jornal crítico de Pequim e outras...

Atenção com forte calor e tempestades tropicais

Atenção com forte calor e tempestades tropicais O forte calor continuou no Japão nesta segunda-feira (10), com temperaturas máximas de 38 graus Celsius em algumas...

Secretário de Saúde dos EUA encontra com presidente de Taiwan em Taipei

Secretário de Saúde dos EUA encontra com presidente de Taiwan em Taipei O Secretário de Saúde e Serviços Humanos dos EUA, Alex Azar, manteve conversações...

Bolsonaro convida Temer para chefiar missão humanitária no Líbano

Bolsonaro convida Temer para chefiar missão humanitária no Líbano O presidente Jair Bolsonaro participou, na manhã deste domingo (9), de uma videoconferência com outros chefes de Estado...

Incêndios florestais australianos matam ou desalojam cerca de 3 bilhões de animais

Estima-se que cerca de 3 bilhões de animais foram mortos ou desalojados durante os incêndios florestais “Black Summer” na Austrália.

Os números de um relatório provisório indicam que os incêndios devastadores mataram ou desalojaram 143 milhões de mamíferos, 2,46 bilhões de répteis, 180 milhões de aves e 51 milhões de anfíbios.

Cientistas de várias universidades australianas importantes contribuíram para o relatório financiado pela WWF.

O CEO da WWF Austrália, Dermot O’Gorman, considerou as descobertas “chocantes”.

Ele disse: “É difícil pensar em outro evento, em qualquer parte do mundo, em memória viva que tenha matado ou desalojado tantos animais. Este é um dos piores desastres da vida selvagem da história moderna”.

O relatório é parte de um projeto supervisionado pelo Professor Chris Dickman da Universidade de Sydney. Ele disse que os cientistas não podem dizer quantos animais morreram, mas que as perspectivas para eles eram “provavelmente não tão grandes” por causa da falta de alimento e abrigo.

Os incêndios florestais de setembro passado a fevereiro deste ano mataram mais de 30 pessoas.

SourceNHK World

Artigos relacionados

Polícia de Hong Kong prende fundados de jornal anti-Pequim

Polícia de Hong Kong prende fundados de jornal anti-Pequim A polícia de Hong Kong prendeu o fundador de um jornal crítico de Pequim e outras...

Secretário de Saúde dos EUA encontra com presidente de Taiwan em Taipei

Secretário de Saúde dos EUA encontra com presidente de Taiwan em Taipei O Secretário de Saúde e Serviços Humanos dos EUA, Alex Azar, manteve conversações...

Bolsonaro convida Temer para chefiar missão humanitária no Líbano

Bolsonaro convida Temer para chefiar missão humanitária no Líbano O presidente Jair Bolsonaro participou, na manhã deste domingo (9), de uma videoconferência com outros chefes de Estado...

ÁSIA

ÚLTIMAS NOTÍCIAS - BRASIL

Bolsonaro convida Temer para chefiar missão humanitária no Líbano

0
Bolsonaro convida Temer para chefiar missão humanitária no Líbano O presidente Jair Bolsonaro participou, na manhã deste domingo (9), de uma videoconferência com outros chefes de Estado...
Translate »