30.6 C
Kōnan
segunda-feira, 10 de agosto de 2020

Coreia do Norte exige medidas anti-vírus completas e rigorosas

A Coreia do Norte pediu às pessoas que aderissem, incondicionalmente, às medidas de quarentena contra o coronavírus chinês, depois que um desertor, suspeito de estar infectado, retornou da Coreia do Sul.

Estatística COVID19 - Coronavírus

Total Global
Última atualização em:
Casos

Mortes

Recuperados

Active

Casos Today

Mortes Today

Critical

Affected Countries

Coronavírus chinês prejudica as viagens de verão no Japão

Coronavírus chinês prejudica as viagens de verão no Japão O número de pessoas usando transporte público no Japão é muito menor do que o normal...

Polícia de Hong Kong prende fundados de jornal anti-Pequim

Polícia de Hong Kong prende fundados de jornal anti-Pequim A polícia de Hong Kong prendeu o fundador de um jornal crítico de Pequim e outras...

Atenção com forte calor e tempestades tropicais

Atenção com forte calor e tempestades tropicais O forte calor continuou no Japão nesta segunda-feira (10), com temperaturas máximas de 38 graus Celsius em algumas...

Secretário de Saúde dos EUA encontra com presidente de Taiwan em Taipei

Secretário de Saúde dos EUA encontra com presidente de Taiwan em Taipei O Secretário de Saúde e Serviços Humanos dos EUA, Alex Azar, manteve conversações...

Bolsonaro convida Temer para chefiar missão humanitária no Líbano

Bolsonaro convida Temer para chefiar missão humanitária no Líbano O presidente Jair Bolsonaro participou, na manhã deste domingo (9), de uma videoconferência com outros chefes de Estado...

Coreia do Norte exige medidas anti-vírus completas e rigorosas

A Coreia do Norte pediu às pessoas que aderissem, incondicionalmente, às medidas de quarentena contra o coronavírus chinês, depois que um desertor, suspeito de estar infectado, retornou da Coreia do Sul.

Pyongyang adotou o que chama de sistema de emergência máximo. Isolou a cidade de Kaesong, que está localizada perto da fronteira com o Sul. A mídia estatal diz que um “fugitivo” entrou ilegalmente em Kaesong no dia 19 de julho.

O jornal do partido governista Rodong Sinmun disse em um editorial nesta segunda-feira (27), que a situação é perigosa, pois sugere que o coronavírus chinês pode ter entrado no país. Ele não mencionou se a pessoa havia testado positivo.

O editorial disse que todos devem obedecer, incondicionalmente, às instruções anti-vírus, e que aqueles que não o fizerem serão tratados com rigor.

Exigi-se medidas anti-vírus completas, incluindo o uso de máscaras faciais e desinfetantes.

A Coreia do Norte continua negociando com a China, embora tenha imposto restrições. Pyongyang também pediu para que as pessoas estivessem em alerta nas áreas próximas à fronteira e nos portos.

Isto sugere que o Norte está decidido a reforçar ainda mais suas medidas de controle na fronteira.

Na segunda-feira (27), oficiais militares sul-coreanos disseram que o desertor norte-coreano, provavelmente, nadou através da fronteira da ilha de Ganghwa. Eles disseram que foi encontrado na ilha um saco que eles acham que pertence a essa pessoa.

Os meios de comunicação sul-coreanos dizem que alguns observadores suspeitam que a resposta de Pyongyang ao retorno do desertor pode ter como objetivo culpar o Sul por ter permitido a entrada do coronavírus no Norte. Os observadores também suspeitam que Pyongyang possa estar tentando buscar assistência internacional.

A Coreia do Norte havia declarado, anteriormente, que nenhum caso de coronavírus chinês havia sido confirmado no país.

SourceNHK World

Artigos relacionados

Tóquio confirma 197 casos de coronavírus chinês nesta segunda-feira (10)

Tóquio confirma 197 casos de coronavírus chinês nesta segunda-feira (10) O governo metropolitano de Tóquio confirmou que 197 pessoas foram infectadas com o novo coronavírus...

Coronavírus chinês prejudica as viagens de verão no Japão

Coronavírus chinês prejudica as viagens de verão no Japão O número de pessoas usando transporte público no Japão é muito menor do que o normal...

Polícia de Hong Kong prende fundados de jornal anti-Pequim

Polícia de Hong Kong prende fundados de jornal anti-Pequim A polícia de Hong Kong prendeu o fundador de um jornal crítico de Pequim e outras...

ÁSIA

ÚLTIMAS NOTÍCIAS - BRASIL

Bolsonaro convida Temer para chefiar missão humanitária no Líbano

0
Bolsonaro convida Temer para chefiar missão humanitária no Líbano O presidente Jair Bolsonaro participou, na manhã deste domingo (9), de uma videoconferência com outros chefes de Estado...
Translate »