30.6 C
Kōnan
segunda-feira, 10 de agosto de 2020

Boeing no prejuízo pelo terceiro trimestre consecutivo

A Boeing relatou um prejuízo líquido pelo terceiro trimestre consecutivo.

Estatística COVID19 - Coronavírus

Total Global
Última atualização em:
Casos

Mortes

Recuperados

Active

Casos Today

Mortes Today

Critical

Affected Countries

Coronavírus chinês prejudica as viagens de verão no Japão

Coronavírus chinês prejudica as viagens de verão no Japão O número de pessoas usando transporte público no Japão é muito menor do que o normal...

Polícia de Hong Kong prende fundados de jornal anti-Pequim

Polícia de Hong Kong prende fundados de jornal anti-Pequim A polícia de Hong Kong prendeu o fundador de um jornal crítico de Pequim e outras...

Atenção com forte calor e tempestades tropicais

Atenção com forte calor e tempestades tropicais O forte calor continuou no Japão nesta segunda-feira (10), com temperaturas máximas de 38 graus Celsius em algumas...

Secretário de Saúde dos EUA encontra com presidente de Taiwan em Taipei

Secretário de Saúde dos EUA encontra com presidente de Taiwan em Taipei O Secretário de Saúde e Serviços Humanos dos EUA, Alex Azar, manteve conversações...

Bolsonaro convida Temer para chefiar missão humanitária no Líbano

Bolsonaro convida Temer para chefiar missão humanitária no Líbano O presidente Jair Bolsonaro participou, na manhã deste domingo (9), de uma videoconferência com outros chefes de Estado...

Boeing no prejuízo pelo terceiro trimestre consecutivo

A Boeing relatou um prejuízo líquido pelo terceiro trimestre consecutivo.

O gigante aeroespacial americano vem lutando desde que embargou seu jato de passageiros 737 MAX após dois acidentes fatais. E a pandemia do coronavírus chinês só agravou os problemas financeiros da empresa.

A Boeing diz que as vendas ficaram em 11,8 bilhões de dólares no trimestre de abril-junho. Isso representa uma queda de 25% em relação a um ano antes. A perda líquida foi de quase 2,4 bilhões de dólares.

A empresa está, atualmente, em meio a demissões que delineou anteriormente na pandemia, cortando 19.000 empregos até o final do ano.

A Boeing também anunciou que encerrará a produção de seu jato jumbo 747 em 2022. A aeronave entrou em serviço em 1970 e é creditada por especialistas a aeronave que tornou as viagens aéreas globais mais acessíveis.

Mas o modelo é menos eficiente em termos de combustível do que os jatos de passageiros mais recentes, e agora é usado, principalmente, para o transporte de cargas.

SourceNHK World

Artigos relacionados

Tóquio confirma 197 casos de coronavírus chinês nesta segunda-feira (10)

Tóquio confirma 197 casos de coronavírus chinês nesta segunda-feira (10) O governo metropolitano de Tóquio confirmou que 197 pessoas foram infectadas com o novo coronavírus...

Coronavírus chinês prejudica as viagens de verão no Japão

Coronavírus chinês prejudica as viagens de verão no Japão O número de pessoas usando transporte público no Japão é muito menor do que o normal...

Polícia de Hong Kong prende fundados de jornal anti-Pequim

Polícia de Hong Kong prende fundados de jornal anti-Pequim A polícia de Hong Kong prendeu o fundador de um jornal crítico de Pequim e outras...

ÁSIA

ÚLTIMAS NOTÍCIAS - BRASIL

Bolsonaro convida Temer para chefiar missão humanitária no Líbano

0
Bolsonaro convida Temer para chefiar missão humanitária no Líbano O presidente Jair Bolsonaro participou, na manhã deste domingo (9), de uma videoconferência com outros chefes de Estado...
Translate »