24.2 C
Kōnan
quinta-feira, 9 de julho de 2020

Renault cortará 15.000 empregos em todo o mundo

A montadora francesa Renault elaborou um plano de reestruturação que inclui uma redução de quase 15.000 empregos no mundo inteiro nos próximos três anos.

Estatística COVID19 - Coronavírus

Total Global
Última atualização em:
Casos

Mortes

Recuperados

Active

Casos Today

Mortes Today

Critical

Affected Countries

Japão flexibilizará as restrições sobre as aglomerações

Japão flexibilizará as restrições sobre as aglomerações O governo japonês instruiu as 47 prefeituras do país a tomarem as devidas medidas ao aprovar uma nova...

Chuvas torrenciais podem atingir extensas áreas do Japão

Chuvas torrenciais podem atingir extensas áreas do Japão Uma persistente frente de precipitação sazonal pode trazer chuvas torrenciais no oeste e leste do Japão até...

Terremoto de M4.7 atinge a região de Kanto

Terremoto de M4.7 atinge a região de Kanto Um terremoto de magnitude 4,7 atingiu a região de Kanto por volta das 6:05 da manhã desta...

Passa de 150 o número de casos novos do coronavírus chinês no Japão

Passa de 150 o número de casos novos do coronavírus chinês no Japão As autoridades japonesas informaram nesta quarta-feira (8), que mais 157 pessoas foram...

SAAB inicia a produção do Gripen no Brasil

SAAB inicia a produção do Gripen no Brasil A SAAB Aeronáutica Montagens (SAM), primeira fábrica de aeroestruturas da SAAB fora da Suécia para o novo...

Renault cortará 15.000 empregos em todo o mundo

A montadora francesa Renault elaborou um plano de reestruturação que inclui uma redução de quase 15.000 empregos no mundo inteiro nos próximos três anos.

A Renault revelou o plano de redução de custos fixos nesta sexta-feira (29). O objetivo é economizar mais de 2 bilhões de euros, ou cerca de 2,2 bilhões de dólares, ao longo de três anos.

A empresa planeja reduzir a capacidade de produção global da Renault em 18%, para 3,3 milhões de veículos, até 2024. Isso seria uma redução de 4 milhões de veículos do ano de 2019.

A produção de automóveis em uma fábrica perto de Paris também será interrompida. A Renault monta carros compactos para sua parceira de aliança Nissan Motor.

A empresa planeja cortar cerca de 8% de sua força de trabalho global, cerca de 15.000 empregos, nos próximos três anos.

O presidente do Conselho de Administração da Renault, Jean-Dominique Senard, disse aos repórteres que foi uma decisão muito difícil, mas necessária para o futuro da empresa. Ele disse que a crise o obrigou, assim como a outros executivos, a agir.

A pandemia do coronavírus chinês deu mais um golpe ao fabricante de carros francês, já em dificuldades.

O anúncio veio dois dias depois que os líderes da aliança automotiva da Renault, Nissan e Mitsubishi Motors revelaram um novo plano de negócios de médio prazo para reduzir os custos de desenvolvimento de veículos e melhorar a eficiência.

SourceNHK World

Artigos relacionados

Shinjuko, em Tóquio, fornecerá ajuda financeira a residentes infectados

Shinjuko, em Tóquio, fornecerá ajuda financeira a residentes infectados Autoridades de Shinjuku, Tóquio, informam que oferecerão 100.000 ienes, ou cerca de 930 dólares, aos residentes...

Japão flexibilizará as restrições sobre as aglomerações

Japão flexibilizará as restrições sobre as aglomerações O governo japonês instruiu as 47 prefeituras do país a tomarem as devidas medidas ao aprovar uma nova...

China abre novo escritório de segurança em Hong Kong

China abre novo escritório de segurança em Hong Kong A China abriu um novo escritório de segurança em Hong Kong, reforçando ainda mais o seu...

ÁSIA

ÚLTIMAS NOTÍCIAS - BRASIL

SAAB inicia a produção do Gripen no Brasil

0
SAAB inicia a produção do Gripen no Brasil A SAAB Aeronáutica Montagens (SAM), primeira fábrica de aeroestruturas da SAAB fora da Suécia para o novo...
Translate »