24.2 C
Kōnan
quinta-feira, 9 de julho de 2020

Marinha da Argentina captura barco de pesca chinês por pesca ilegal na ZEE

O navio infrator tentou sair da Zona Econômica Exclusiva - ZEE, e fugir do navio da Marinha Argentina, que após uma perseguição conseguiu interromper sua marcha.

Estatística COVID19 - Coronavírus

Total Global
Última atualização em:
Casos

Mortes

Recuperados

Active

Casos Today

Mortes Today

Critical

Affected Countries

Japão flexibilizará as restrições sobre as aglomerações

Japão flexibilizará as restrições sobre as aglomerações O governo japonês instruiu as 47 prefeituras do país a tomarem as devidas medidas ao aprovar uma nova...

Chuvas torrenciais podem atingir extensas áreas do Japão

Chuvas torrenciais podem atingir extensas áreas do Japão Uma persistente frente de precipitação sazonal pode trazer chuvas torrenciais no oeste e leste do Japão até...

Terremoto de M4.7 atinge a região de Kanto

Terremoto de M4.7 atinge a região de Kanto Um terremoto de magnitude 4,7 atingiu a região de Kanto por volta das 6:05 da manhã desta...

Passa de 150 o número de casos novos do coronavírus chinês no Japão

Passa de 150 o número de casos novos do coronavírus chinês no Japão As autoridades japonesas informaram nesta quarta-feira (8), que mais 157 pessoas foram...

SAAB inicia a produção do Gripen no Brasil

SAAB inicia a produção do Gripen no Brasil A SAAB Aeronáutica Montagens (SAM), primeira fábrica de aeroestruturas da SAAB fora da Suécia para o novo...

Marinha da Argentina captura barco de pesca chinês por pesca ilegal na ZEE

O navio infrator tentou sair da Zona Econômica Exclusiva – ZEE, e fugir do navio da Marinha Argentina, que após uma perseguição conseguiu interromper sua marcha.

A Marinha Argentina, sob o comando do Ministério da Defesa, informa que, nas primeiras horas de segunda-feira (04MAIO2020), o patrulha oceânica ARA P51 “Bouchard” detectou e capturou um barco pesqueiro chinês, que estava operando ilegalmente, na Zona Econômica Exclusiva da Argentina (ZEE).

O interceptação começou quando a tripulação da navio de patrulha oceânica ARA P51 “Bouchard” detectou o pesqueiro chinês “HONG PU 16”, em tarefas ilegais de pesca, com o Sistema de Identificação Automática (AIS) desligado, as luzes de pesca acesas e as redes estendidas e as atividades de pesca em pleno funcionamento.

Diante de repetidas tentativas de comunicação com a embarcação de pesca por sinais de rádio e luz, começou a navegar em direção a águas internacionais, aumentando sua velocidade e aplicando mudanças permanentes de curso, buscando refúgio entre a frota de embarcações estrangeiras estacionadas perto do local.

Equipes de abordagem do ARA P51 Bouchard em direção ao pesqueiro chinês “HONG PU 16” – Foto Armada Argentina

Imediatamente, o procedimento para a interceptação do navio infrator foi implementado de acordo com os regulamentos legais vigentes, instando-o através de comunicações a interromper sua marcha e permitir a visita a bordo da equipe de Visitante, Registro e Captura (VRC) junto com o inspetor da Subsecretaria de Pesca e Aquicultura da Nação.

O navio de pesca, após aproximadamente três horas, parou de se mover, permitindo que a tripulação visitante embarcasse para verificar a infração.

O “Hong Pu 16” foi detectado na Zona Econômica Exclusiva da Argentina, na altura da cidade de Puerto Madryn, contatando-se que havia 700 kg de peixe fresco e 300 toneladas de peixe congelado em seus porões.

O barco-patrulha oceânico ARA “Bouchard” estava monitorando os espaços marítimos argentinos desde sua partida da Base Naval de Mar del Plata na última quinta-feira (30ABR2020), tarefa que foi realizada em conjunto e em coordenação com a Prefeitura Naval Argentina.

Ato coordenado entre a Marinha e a Prefeitura

Domingo (3), enquanto isso, o “Bouchard”, que já realizava tarefas de controle dos espaços marítimos, também participou prestando apoio à Guarda Costeira “Fique” da Prefeitura Naval Argentina, durante a captura por essa unidade do navio de pesca de Bandeira portuguesa “Calvão”, no âmbito das ações coordenadas entre as duas unidades e supervisionadas desde o solo pela Prefeitura e pela Marinha.

No final do processo, a nave da guarda costeira Fique aproou para o porto de Bahía Blanca, acompanhando o navio de pesca, enquanto a unidade da Marinha permanecia com as tarefas de controle do mar.

Em primeiro plano o ARA P51 Bouchard com o Guarda Costeira Fique e o pesqueiro português Calvão. Foto Armada Argentina

O ARA “Bouchard” é parte da frota de 3 OPVs (Ocean Patrol Vessel) adquiridos pela Armada Argentina do Naval Group da França. O ARA Bouchard (Ex-Adroit), navio conceito da Marine Nationale, foi o primeiro a ser recebido no final de 2019. Os outros dois serão recebidos em 2021.

A ação contra os pesqueiros chineses é relevante pois mostra uma ação impensável até então.

As ações de pesqueiras chinesas são um caso explosivo no Teatro de Operações do Atlântico Sul (TOAS). Operam ao redor das Malvinas/Falklands e também na costa da Argentina.

SourceDefesanet

Artigos relacionados

China abre novo escritório de segurança em Hong Kong

China abre novo escritório de segurança em Hong Kong A China abriu um novo escritório de segurança em Hong Kong, reforçando ainda mais o seu...

EUA restringem vistos a oficiais da China em relação ao Tibete

EUA restringem vistos a oficiais da China em relação ao Tibete O governo dos EUA informa que restringirá os vistos para alguns oficiais chineses porque...

Reino Unido pode rever o desempenho da Huawei na rede 5G

Reino Unido pode rever o desempenho da Huawei na rede 5G O embaixador da China no Reino Unido reagiu com veemência aos relatos de que...

ÁSIA

ÚLTIMAS NOTÍCIAS - BRASIL

SAAB inicia a produção do Gripen no Brasil

0
SAAB inicia a produção do Gripen no Brasil A SAAB Aeronáutica Montagens (SAM), primeira fábrica de aeroestruturas da SAAB fora da Suécia para o novo...
Translate »