Standard & Poor’s reduz perspectiva da nota do Brasil para estável

A agência de classificação de risco Standard & Poor's (S&P) reduziu de positiva para estável a perspectiva da nota da dívida pública brasileira. A decisão foi divulgada na noite desta segunda-feira (6) e ocorre quase quatro meses depois de a agência ter indicado que poderia subir a nota do país.

Estatística COVID19 - Coronavírus

Total Global
Última atualização em:
Casos

Mortes

Recuperados

Active

Casos Today

Mortes Today

Critical

Affected Countries

OMS destaca a recomendação para o uso de máscaras

OMS destaca a recomendação para o uso de máscaras A Organização Mundial de Saúde atualizou suas diretrizes do vírus chinês para recomendar o uso de...

Bolsas dos EUA sobem com a surpresa dos dados de empregos

Bolsas dos EUA sobem com a surpresa dos dados de empregos As ações de Nova York têm aumentado as esperanças de uma recuperação mais rápida...

Coreia do Norte ameaça fechar escritório inter-coreano

Coreia do Norte ameaça fechar escritório inter-coreano A Coreia do Norte ameaçou fechar um escritório de ligação intercoreano depois que desertores no Sul enviaram folhetos...

Taxa de desemprego nos EUA melhora, mas fica acima de 10%

Taxa de desemprego nos EUA melhora, mas fica acima de 10% O mercado de trabalho norte-americano continua a lutar em meio ao impacto do coronavírus...

Governadora promete esforços para cortar custos dos Jogos de Tóquio

Governadora promete esforços para cortar custos dos Jogos de Tóquio A governadora de Tóquio informa que as autoridades trabalharão para tornar os Jogos Olímpicos e...

Standard & Poor’s reduz perspectiva da nota do Brasil para estável

A agência de classificação de risco Standard & Poor’s (S&P) reduziu de positiva para estável a perspectiva da nota da dívida pública brasileira. A decisão foi divulgada na noite desta segunda-feira (6) e ocorre quase quatro meses depois de a agência ter indicado que poderia subir a nota do país.

A perspectiva estável significa que a agência não pretende mudar a nota do país nos próximos dois anos. Atualmente, a S&P concede nota BB- para o Brasil, três níveis abaixo do grau de investimento, garantia de que o país não corre risco de dar calote na dívida pública. A perspectiva positiva indica que a nota poderia ser elevada.

Em comunicado, a S&P citou três fatores para justificar a decisão. O primeiro foi a desaceleração ou a queda no Produto Interno Bruto (PIB, soma das riquezas produzidas) neste ano decorrente do agravamento da crise provocada pela pandemia de coronavírus. O segundo é o aumento de gastos pelo governo para enfrentar a Covid-19 e evitar demissões em massa. As despesas maiores elevam a dívida pública.

A agência, no entanto, citou como agravante a tensão política. Segundo o comunicado, existe um “aumento de incerteza em relação a capacidade de avançar na agenda de reformas estruturais uma vez que a pandemia se dissipe, dado o desentendimento contínuo entre os poderes Executivo e Legislativo”.

Desde janeiro de 2018, a S&P enquadra o Brasil três níveis abaixo do grau de investimento, mesma nota concedida pela Fitch, outra das principais agências de classificação de risco. A Moody’s classifica o país dois níveis abaixo do grau de investimento.

Procurado pela Agência Brasil, o Ministério da Economia informou que não comentará a diminuição da perspectiva da nota brasileira pela S&P.

Brasil

Presidente sul-coreano sugere a Trump convidar o Brasil para cúpula do G7

Presidente sul-coreano sugere a Trump convidar o Brasil para cúpula do G7 O presidente sul-coreano, Moon Jae-in aceitou, nesta segunda-feira (1º), o convite do presidente...

Covid-19: Brasil ingressa em consórcio global para produzir vacina

Covid-19: Brasil ingressa em consórcio global para produzir vacina O governo federal anunciou, nesta terça-feira (2), a participação do Brasil no projeto Acelerador de Vacina...

Covid-19 Brasil: 555.383 casos confirmados, 31.199 morte, 223.638 recuperados e 300.546 em recuperação

Covid-19 Brasil: 555.383 casos confirmados, 31.199 morte, 223.638 recuperados e 300.546 em recuperação O balanço diário divulgado, nesta terça-feira (2), pelo Ministério da Saúde trouxe...

Artigos relacionados

EUA permitirão dois vôos por semana para companhias chinesas

EUA permitirão dois vôos por semana para companhias chinesas O Departamento de Transportes dos EUA informa que permitirá às companhias aéreas chinesas de passageiros dois...

OMS destaca a recomendação para o uso de máscaras

OMS destaca a recomendação para o uso de máscaras A Organização Mundial de Saúde atualizou suas diretrizes do vírus chinês para recomendar o uso de...

Bolsas dos EUA sobem com a surpresa dos dados de empregos

Bolsas dos EUA sobem com a surpresa dos dados de empregos As ações de Nova York têm aumentado as esperanças de uma recuperação mais rápida...
Translate »