23 C
Kōnan
terça-feira, 2 de junho de 2020

Auxílio emergencial é publicado e governo abre crédito de R$ 98 bi

Foi publicada, em edição extra do Diário Oficial da União, na noite desta quinta-feira (2), a lei que prevê o pagamento de uma renda básica emergencial no valor R$ 600 a trabalhadores informais, autônomos e sem renda fixa, durante a crise provocada pela pandemia do novo coronavírus. O texto foi sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro com três vetos, mas nenhum altera o valor ou os critérios para participação no programa.

Estatística COVID19 - Coronavírus

Total Global
Última atualização em:
Casos

Mortes

Recuperados

Active

Casos Today

Mortes Today

Critical

Affected Countries

Novos casos de coronavírus relatados no Japão

Novos casos de coronavírus relatados no Japão Autoridades sanitárias japonesas confirmaram 37 novos casos de infecção pelo coronavírus chinês em todo o Japão nesta segunda-feira...

Proibida a vigília anual do massacre de Tiananmen pela primeira vez

Proibida a vigília anual do massacre de Tiananmen pela primeira vez A polícia de Hong Kong proibiu a vigília anual em memória do massacre de...

Empresas e transporte público reabrem nas Filipinas

Empresas e transporte público reabrem nas Filipinas A maioria dos setores empresariais e serviços de transporte público nas Filipinas retornou às operações regulares após dois...

EUA designarão Antifa como organização terrorista após protestos violentos

EUA designarão Antifa como organização terrorista após protestos violentos O presidente Trump anunciou neste domingo (31), que o governo dos EUA designará o grupo de...

Polícia faz primeira prisão devido à proibição de revenda de máscaras

Polícia faz primeira prisão devido à proibição de revenda de máscaras A polícia no Japão informa que fez a primeira prisão pela violação da proibição...

Auxílio emergencial é publicado e governo abre crédito de R$ 98 bi

Foi publicada, em edição extra do Diário Oficial da União, na noite desta quinta-feira (2), a lei que prevê o pagamento de uma renda básica emergencial no valor R$ 600 a trabalhadores informais, autônomos e sem renda fixa, durante a crise provocada pela pandemia do novo coronavírus. O texto foi sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro com três vetos, mas nenhum altera o valor ou os critérios para participação no programa.

Também foi publicada no Diário Oficial a medida provisória (MP) que abre um crédito extraordinário de R$ 98,2 bilhões para financiar o programa. Os recursos serão repassados ao Ministério da Cidadania, responsável pela implementação da medida. A expectativa do governo é que o auxílio emergencial atenda a cerca de 54 milhões de pessoas.

O pagamento do benefício será feito ao longo de três meses (três parcelas), com operacionalização final pelas redes dos bancos públicos federais: Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil (BB), Banco da Amazônia (Basa) e Banco do Nordeste (BNB), além de casas lotéricas, após o cruzamento de dados para definir quem tem direito ao benefício. O recebimento do auxílio emergencial está limitado a dois membros da mesma família.

Pelas regras em vigor da nova lei, terão direito a receber a renda básica as pessoas que atendam, de forma conjunta, aos seguintes critérios:

  • – Ser maior de 18 anos de idade;
  • – Não ter emprego formal ativo;
  • – Não seja titular de benefício previdenciário ou assistencial, de seguro-desemprego ou de programa de transferência de renda federal, com exceção do Bolsa Família;
  • – Ter renda familiar mensal per capita de até meio salário mínimo ou a renda familiar mensal total seja de até três salários mínimos;
  • – Não ter recebido rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70.
  • Além disso, o beneficiário tem que se encaixar em um dos três perfis:
  • – Ser microempreendedor individual (MEI);
  • – Ser contribuinte individual do INSS (Instututo Nacional do Seguro Social);
  • – Ser trabalhador informal, autônomo ou desempregado, de qualquer natureza, inclusive o intermitente inativo, inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) até 20 de março de 2020 ou que cumpra, nos termos de autodeclaração, o requisito de renda mensal per capita de até meio salários míimo ou renda familiar mensal de até três salários mínimos.

O auxílio emergencial, segundo a lei, vai substituir o benefício do Bolsa Família nas situações em que for mais vantajoso, de forma automática. A mulher provedora em uma família monoparental, ou seja, sem a presença de um pai, receberá duas cotas do auxílio de R$ 600.

Vetos
O presidente Jair Bolsonaro decidiu vetar três pontos da proposta. Um deles permitia o cancelamento do auxílio antes do prazo de três meses para quem deixasse de atender aos pré-requisitos. Para o governo, tal medida contraria o interesse público e geraria o trabalho inviável de conferir, mês a mês, cada benefício pago.

Também foi vetada uma restrição às contas bancárias que serão criadas para o recebimento do auxílio. Elas só poderiam ser usadas para o depósito de benefícios sociais. O Executivo entendeu que essa regra limitaria a liberdade dos beneficiários.

Um terceiro veto diz respeito à ampliação do Benefício de Prestação Continuada (BPC), cujo critério de renda passaria para 50% do salário mínimo – uma expansão da base de aferição. A equipe econômica manifestou preocupação com o impacto nas contas públicas. Essa expansão, porém, já está programada para 2020, de acordo com a Lei 13.981.

Brasil

Covid-19 Brasil: 498.440 casos confirmados, 27.878 mortes, 200.892 recuperados e 268.714 em recuperação

Covid-19 Brasil: 498.440 casos confirmados, 27.878 mortes, 200.892 recuperados e 268.714 em recuperação O Brasil registrou 956 novas mortes por covid-19 nas últimas 24 horas,...

Policiais brasileiros cumprem ordens ilegais

Policiais brasileiros cumprem ordens ilegais Um dos pilares do denominado Estado Democrático de DIREITO, é o de que existe um Estado / Poder Público juridicamente organizado,...

Força mental pode contar a favor do judô brasileiro na Olimpíada

Força mental pode contar a favor do judô brasileiro na Olimpíada No comando da seleção brasileira masculina de judô desde 2018, a sensei Yuko Fujii,...

Artigos relacionados

Especialistas alertam que o risco de insolação aumenta com uso de máscara

Especialistas alertam que o risco de insolação aumenta com uso de máscara Especialistas no Japão estão pedindo às pessoas que usem máscaras faciais com cautela...

Novos casos de coronavírus relatados no Japão

Novos casos de coronavírus relatados no Japão Autoridades sanitárias japonesas confirmaram 37 novos casos de infecção pelo coronavírus chinês em todo o Japão nesta segunda-feira...

Proibida a vigília anual do massacre de Tiananmen pela primeira vez

Proibida a vigília anual do massacre de Tiananmen pela primeira vez A polícia de Hong Kong proibiu a vigília anual em memória do massacre de...
Translate »