Governo pedirá reconhecimento de calamidade pública no país

O governo federal solicitará ao Congresso Nacional que aprove o reconhecimento de estado de calamidade pública no país, com efeito até 31 de dezembro deste ano.

Estatística COVID19 - Coronavírus

Última atualização em:
Total Global
Casos

Mortes

Recuperados

Active

Austrália começa o teste da vacina BCG

Austrália começa o teste da vacina BCG Pesquisadores na Austrália iniciaram um teste clínico para determinar se a vacina BCG, que é usada para prevenir...

Salada vinagrete de azeitona com cenoura

Salada vinagrete de azeitona com cenoura Esta salada é ideal como antepasto. Pode ser servida como acompanhamento de queijos ou simplesmente sobre folhas verdes. Ingredientes: 1 cebola...

Rakuten lança serviço celular a nível nacional

Rakuten lança serviço celular a nível nacional O gigante do comércio eletrônico Rakuten tornou-se a 4ª operadora de telefonia móvel no Japão a oferecer um...

Parques temáticos no Japão prolongam o fechamento

Parques temáticos no Japão prolongam o fechamento Os operadores de grandes parques temáticos no Japão informam que continuarão fechados por pelo menos mais um mês,...

Japão expandirá os serviços de ajuda às vítimas de violência doméstica

Japão expandirá os serviços de ajuda às vítimas de violência doméstica O Governo japonês está se preparando para um possível aumento de casos de violência...

Governo pedirá reconhecimento de calamidade pública no país

O governo federal solicitará ao Congresso Nacional que aprove o reconhecimento de estado de calamidade pública no país, com efeito até 31 de dezembro deste ano.

A medida, prevista no Artigo 65 da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), dispensa a União do cumprimento da meta de resultado fiscal prevista para este ano, que é de déficit primário de R$ 124,1 bilhões.

O estado de calamidade pública também suspende obrigações de redução de despesa com pessoal quando este gasto ultrapassa os limites previstos na própria lei.

A medida foi tomada em virtude da pandemia de Covid-19, aliada a questões econômicas como a  perspectiva de queda de arrecadação.

“O governo federal reafirma seu compromisso com as reformas estruturais necessárias para a transformação do Estado brasileiro, para manutenção do teto de gastos como âncora de um regime fiscal que assegure a confiança e os investimentos para recuperação de nossa dinâmica de crescimento sustentável”, informou a Secretaria Especial de Comunicação da Presidência da República, em nota oficial.

Confira a íntegra da nota oficial da Presidência da República que pede o reconhecimento de estado de calamidade pública

NOTA

Em virtude do monitoramento permanente da pandemia Covid-19, da necessidade de elevação dos gastos públicos para proteger a saúde e os empregos dos brasileiros e da perspectiva de queda de arrecadação, o Governo Federal solicitará ao Congresso Nacional o reconhecimento de Estado de Calamidade Pública. A medida terá efeito até 31 de dezembro de 2020.

O reconhecimento do estado de calamidade pública tem suporte no disposto no Art. 65 da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), o qual dispensa a União do atingimento da meta de resultado fiscal prevista na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e, em consequência, da limitação de empenho prevista na LRF.

O Governo Federal reafirma seu compromisso com as reformas estruturais necessárias para a transformação do Estado brasileiro, para manutenção do teto de gastos como âncora de um regime fiscal que assegure a confiança e os investimentos para recuperação de nossa dinâmica de crescimento sustentável.

Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República

Brasil

Brasil: condutores já podem imprimir em casa documento veicular

Brasil: condutores já podem imprimir em casa documento veicular Os proprietários de veículos de 13 estados e do Distrito Federal já podem imprimir o documento...

Brasil: governo começa a pagar auxílio emergencial de R$ 600 nesta quinta-feira (9)

Brasil: governo começa a pagar auxílio emergencial de R$ 600 nesta quinta-feira (9) O governo começa a pagar na quinta-feira (9) a primeira parcela do...

Brasil: governo do Pará proíbe corte de internet por dois meses

Brasil: governo do Pará proíbe corte de internet por dois meses O governo do Pará proibiu a suspensão dos serviços de acesso à internet no...

Artigos relacionados

Pior cenário desde a Grande Depressão diz FMI

Pior cenário desde a Grande Depressão diz FMI De acordo com a chefe do Fundo Monetário Internacional, o crescimento global será fortemente negativo em 2020,...

Austrália começa o teste da vacina BCG

Austrália começa o teste da vacina BCG Pesquisadores na Austrália iniciaram um teste clínico para determinar se a vacina BCG, que é usada para prevenir...

Parques temáticos no Japão prolongam o fechamento

Parques temáticos no Japão prolongam o fechamento Os operadores de grandes parques temáticos no Japão informam que continuarão fechados por pelo menos mais um mês,...
Translate »