24.4 C
Kōnan
terça-feira, 2 de junho de 2020

Brasil: Caixa reduz juros e anuncia R$ 33 bi em estímulos para economia

A Caixa Econômica Federal reforçou, em R$ 33 bilhões, as linhas de crédito para enfrentar a crise provocada pelo coronavírus. O dinheiro se somará aos R$ 78 bilhões anunciados na semana passada, o que totalizará R$ 111 bilhões em recursos injetados.

Estatística COVID19 - Coronavírus

Total Global
Última atualização em:
Casos

Mortes

Recuperados

Active

Casos Today

Mortes Today

Critical

Affected Countries

Novos casos de coronavírus relatados no Japão

Novos casos de coronavírus relatados no Japão Autoridades sanitárias japonesas confirmaram 37 novos casos de infecção pelo coronavírus chinês em todo o Japão nesta segunda-feira...

Proibida a vigília anual do massacre de Tiananmen pela primeira vez

Proibida a vigília anual do massacre de Tiananmen pela primeira vez A polícia de Hong Kong proibiu a vigília anual em memória do massacre de...

Empresas e transporte público reabrem nas Filipinas

Empresas e transporte público reabrem nas Filipinas A maioria dos setores empresariais e serviços de transporte público nas Filipinas retornou às operações regulares após dois...

EUA designarão Antifa como organização terrorista após protestos violentos

EUA designarão Antifa como organização terrorista após protestos violentos O presidente Trump anunciou neste domingo (31), que o governo dos EUA designará o grupo de...

Polícia faz primeira prisão devido à proibição de revenda de máscaras

Polícia faz primeira prisão devido à proibição de revenda de máscaras A polícia no Japão informa que fez a primeira prisão pela violação da proibição...

Brasil: Caixa reduz juros e anuncia R$ 33 bi em estímulos para economia

A Caixa Econômica Federal reforçou, em R$ 33 bilhões, as linhas de crédito para enfrentar a crise provocada pelo coronavírus. O dinheiro se somará aos R$ 78 bilhões anunciados na semana passada, o que totalizará R$ 111 bilhões em recursos injetados.

Os R$ 33 bilhões adicionais serão destinados a linhas de capital de giro para empresas, que ganharam reforço de R$ 20 bilhões; para a compra de carteiras (R$ 10 bilhões); para o crédito a Santas Casas (R$ 2 bilhões) e para o crédito agrícola (R$ 1 bilhão).

A Caixa também cortou as taxas de juros do cheque especial para pessoa física, do parcelamento da fatura do cartão de crédito, de capital de giro, de empréstimos para hospitais, para o Crédito Direto ao Consumidor (CDC) e para o penhor. Os juros reduzidos entrarão em vigor em 1º de abril para o cheque especial e o cartão de crédito. Para os demais produtos, as taxas já estão em vigor.

Os juros do cheque especial passaram de 4,95% para 2,90% ao mês. As taxas do parcelamento da fatura do cartão caíram de 7,7% ao mês (em média) para juros a partir de 2,90% ao mês. Para o capital de giro, as taxas máximas passaram de 2,76% para 1,51% ao mês. As taxas do CDC caíram de 2,29% para 2,17% ao mês. Os juros do penhor foram cortados de 2,1% para 1,99% ao mês. Nas linhas de crédito para hospitais, as taxas passaram de 0,96% para 0,8% ao mês.

O período em que o cliente pode ficar sem pagar as parcelas passou de 60 para 90 dias. A medida abrange o crédito a pessoas físicas, a pessoas jurídicas, a hospitais e o crédito habitacional para pessoas físicas e empresas.

Estados e municípios
O banco reforçou o volume de empréstimos para estados e municípios. A medida abrange os financiamentos com recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e o Financiamento à Infraestrutura e Saneamento Ambiental (Finisa). De 2 a 17 de março, a Caixa empestou R$ 3,35 bilhões a governos locais, em 246 operações com 195 tomadores. Ainda estão em estudo outras 324 operações, no total de R$ 1,81 bilhão.

Conforme a Medida Provisória 927, o banco suspendeu o recolhimento do FGTS pelos empregadores em março, abril e maio. Quem não recolher pode parcelar o valor em até seis vezes, tendo o certificado de regularidade do FGTS prorrogado por 90 dias. O empregador que precisar suspender o pagamento precisará declarar as informações dos trabalhadores no aplicativo Sefip.

Micro e pequenas empresas
A Caixa anunciou uma linha de capital de giro para manutenção da folha de pagamento das micro e pequenas empresas. O valor não foi divulgado. O banco firmou parcerias para ampliação de linhas de crédito e para o suporte a pequenos negócios por meio do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). A antecipação de recebíveis, quando o comerciante recebe adiantado o valor de compras com cartão de crédito, terá taxas reduzidas.

Brasil

Covid-19 Brasil: 498.440 casos confirmados, 27.878 mortes, 200.892 recuperados e 268.714 em recuperação

Covid-19 Brasil: 498.440 casos confirmados, 27.878 mortes, 200.892 recuperados e 268.714 em recuperação O Brasil registrou 956 novas mortes por covid-19 nas últimas 24 horas,...

Policiais brasileiros cumprem ordens ilegais

Policiais brasileiros cumprem ordens ilegais Um dos pilares do denominado Estado Democrático de DIREITO, é o de que existe um Estado / Poder Público juridicamente organizado,...

Força mental pode contar a favor do judô brasileiro na Olimpíada

Força mental pode contar a favor do judô brasileiro na Olimpíada No comando da seleção brasileira masculina de judô desde 2018, a sensei Yuko Fujii,...

Artigos relacionados

Especialistas alertam que o risco de insolação aumenta com uso de máscara

Especialistas alertam que o risco de insolação aumenta com uso de máscara Especialistas no Japão estão pedindo às pessoas que usem máscaras faciais com cautela...

Novos casos de coronavírus relatados no Japão

Novos casos de coronavírus relatados no Japão Autoridades sanitárias japonesas confirmaram 37 novos casos de infecção pelo coronavírus chinês em todo o Japão nesta segunda-feira...

Proibida a vigília anual do massacre de Tiananmen pela primeira vez

Proibida a vigília anual do massacre de Tiananmen pela primeira vez A polícia de Hong Kong proibiu a vigília anual em memória do massacre de...
Translate »