Passageiros do Westerdam começam o desembarque no Camboja

Passageiros a bordo do navio de cruzeiro Westerdam começaram a desembarcar em um porto no sul do Camboja. Marca o fim de uma experiência de quase duas semanas que viu o navio de cruzeiro ser bloqueado em cinco portos por receio do coronavírus.

Image © (Navio de cruzeiro Weterdam, aportado no Camboja) Feb/2020

Passageiros do Westerdam começam o desembarque no Camboja

Passageiros a bordo do navio de cruzeiro Westerdam começaram a desembarcar em um porto no sul do Camboja. Marca o fim de uma experiência de quase duas semanas que viu o navio de cruzeiro ser bloqueado em cinco portos por receio do coronavírus.

Mais de 2.200 passageiros e tripulantes comemoraram quando começaram a desembarcar. Eles foram saudados pelo primeiro-ministro do Camboja.

O navio chegou ao porto de Sihanoukville, no sul do Camboja, nesta quinta-feira (13), após a decisão do país de permitir o atracamento.

As autoridades dizem que os passageiros viajarão para a capital Phnom Penh em aviões fretados antes de regressarem aos seus países de origem.

O Westerdam deixou Hong Kong a 1º de Fevereiro.

Foi-lhe então negada a entrada nos portos de Taiwan, Japão, Filipinas, Guam e Tailândia, devido ao receio de que alguns dos passageiros pudessem estar infectados com o coronavírus.

Oficiais de saúde cambojanos testaram 20 pessoas a bordo. Dizem que nenhuma delas voltou positiva.

Ao contrário de muitos outros países, o Camboja não impôs restrições à entrada de pessoas vindas da China.