Japão proíbe a entrada de pessoas da província de Zhejiang

O governo japonês proibirá pessoas da província chinesa de Zhejiang de entrar no país a partir desta quinta-feira (13), para ajudar a conter a propagação do novo coronavírus no país.

Image © (Imagem Referencial / via NHK World) Feb/2020

Japão proíbe a entrada de pessoas da província de Zhejiang

O governo japonês proibirá pessoas da província chinesa de Zhejiang de entrar no país a partir desta quinta-feira (13), para ajudar a conter a propagação do novo coronavírus no país.

O primeiro-ministro Shinzo Abe fez o anúncio em uma reunião de uma força-tarefa para lidar com o surto do vírus nesta quarta-feira (12).

Abe também se referiu a testes de vírus em passageiros e tripulantes a bordo do navio de cruzeiro Diamond Princess, onde 174 casos de infecção foram confirmados.

Ele disse que planeja aumentar o número de testes que podem ser realizados de cerca de 300 por dia para pelo menos 1.000, com a cooperação de instalações municipais e do setor privado.

Abe também disse que planeja permitir que os governos locais testem pessoas com sintomas para o vírus.

A província costeira de Zhejiang, na China, tem uma população de cerca de 57 milhões de habitantes.

As autoridades locais de saúde dizem que o número de pessoas infectadas com o novo coronavírus chegou a 1.131 até a última terça-feira.

Entre aqueles infectados com o vírus, 481 pessoas contrairam o vírus em Wenzhou, uma cidade com laços comerciais estreitos com Hubei, a província no epicentro do surto.

O gigante chinês do comércio eletrônico Alibaba está sediado na capital de Zhejiang, Hangzhou, juntamente com muitas empresas de Tecnologia de Informação – TI.

Estima-se que cerca de 500 empresas japonesas também têm bases de apoio na província de Zhejiang, incluindo os gigantes eletrônicos Panasonic e Toshiba.

As autoridades de turismo da província dizem que o Japão é um dos principais destinos estrangeiros para pessoas da província, com 685.000 visitantes só no ano passado.

As autoridades da cidade de Wenzhou estão impondo restrições aos residentes que saem de casa para fazer compras e outros fins, em um esforço para conter o surto. Apenas uma pessoa de cada família pode sair de casa dia sim, dia não.