32.8 C
Kōnan
sábado, 15 de agosto de 2020

Brasil: Copom reduz juros básicos para 4,25% ao ano, o menor nível da história

Pela quinta vez seguida, o Banco Central (BC) diminuiu os juros básicos da economia. Por unanimidade, o Comitê de Política Monetária (Copom) reduziu a taxa Selic para 4,25% ao ano, com corte de 0,25 ponto percentual. A decisão era esperada pelos analistas financeiros, segundo a pesquisa Focus do BC.

Estatística COVID19 - Coronavírus

Total Global
Última atualização em:
Casos

Mortes

Recuperados

Active

Casos Today

Mortes Today

Critical

Affected Countries

Residentes de Tóquio oram pelas vítimas de ataques aéreos dos EUA em 1945

Residentes de Tóquio oram pelas vítimas de ataques aéreos dos EUA em 1945 Moradores de um bairro de Tóquio lamentaram pelas pessoas que morreram em...

Trump ordena a venda das operações da TikTok nos EUA

Trump ordena a venda das operações da TikTok nos EUA O presidente dos EUA, Donald Trump, emitiu uma ordem executiva dirigida a uma empresa chinesa...

Sucesso a inauguração do Sandubas de Kosei

Sucesso a inauguração do Sandubas de Kosei Sucesso total a inauguração da hamburgueria Sandubas em Konan, província de Shiga, nesta sexta-feira (14). Com a presença em...

Tóquio confirma 385 novos casos de infecção por coronavírus chinês

Tóquio confirma 385 novos casos de infecção por coronavírus chinês O Governo Metropolitano de Tóquio confirma 385 novos casos de coronavírus chinês neste sábado (15). A...

Conselho de Segurança da ONU rejeita proposta dos EUA para estender o embargo de armas do Irã

Conselho de Segurança da ONU rejeita proposta dos EUA para estender o embargo de armas do Irã O Conselho de Segurança das Nações Unidas rejeitou...

Brasil: Copom reduz juros básicos para 4,25% ao ano, o menor nível da história

Pela quinta vez seguida, o Banco Central (BC) diminuiu os juros básicos da economia. Por unanimidade, o Comitê de Política Monetária (Copom) reduziu a taxa Selic para 4,25% ao ano, com corte de 0,25 ponto percentual. A decisão era esperada pelos analistas financeiros, segundo a pesquisa Focus do BC.

Em comunicado, o Banco Central indicou que pretende interromper os cortes de juros. “O Copom entende que o atual estágio do ciclo econômico recomenda cautela na condução da política monetária. Considerando os efeitos defasados do ciclo de afrouxamento iniciado em julho de 2019, o comitê vê como adequada a interrupção do processo de flexibilização monetária”, ressaltou o texto. A nota também pediu a manutenção das reformas estruturais da economia brasileira, de modo a manter os juros em níveis baixos por muito tempo.

Com a decisão desta quarta-feira (5), a Selic está no menor nível desde o início da série histórica do Banco Central, em 1986. De outubro de 2012 a abril de 2013, a taxa foi mantida em 7,25% ao ano e passou a ser reajustada gradualmente até alcançar 14,25% ao ano em julho de 2015. Em outubro de 2016, o Copom voltou a reduzir os juros básicos da economia até que a taxa chegasse a 6,5% ao ano em março de 2018, só voltando a ser reduzida em julho de 2019.

Inflação
A Selic é o principal instrumento do Banco Central para manter sob controle a inflação oficial, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). Em 2019, o indicador fechou em 4,31%, o maior resultado anual desde 2016. A inflação foi impulsionada pela alta do dólar e pelo preço da carne, mas continua abaixo do teto da meta. O IPCA de janeiro será divulgado na próxima sexta-feira (7).

Para 2020, o Conselho Monetário Nacional (CMN) estabeleceu meta de inflação de 4%, com margem de tolerância de 1,5 ponto percentual. O IPCA, portanto, não poderá superar 5,5% neste ano nem ficar abaixo de 2,5%. A meta para 2021 foi fixada em 3,75%, também com intervalo de tolerância de 1,5 ponto percentual.

No Relatório de Inflação divulgado no fim de dezembro pelo Banco Central, a autoridade monetária estima que o IPCA continuará abaixo de 4% nos próximos anos, atingindo 3,5% em 2020 e 3,4% em 2021 e 2022. De acordo com o boletim Focus, pesquisa semanal com instituições financeiras divulgada pelo BC, a inflação oficial deverá fechar o ano em 3,4%, mesmo com a alta recente do dólar e da carne.

Crédito mais barato
A redução da taxa Selic estimula a economia porque juros menores barateiam o crédito e incentivam a produção e o consumo em um cenário de baixa atividade econômica. No último Relatório de Inflação, o BC projetava expansão da economia de 2,2% para este ano.

As estimativas estão em linha com as do mercado. Segundo o boletim Focus, os analistas econômicos preveem crescimento de 2,3% do Produto Interno Bruto (PIB, soma dos bens e serviços produzidos pelo país) em 2020.

A taxa básica de juros é usada nas negociações de títulos públicos no Sistema Especial de Liquidação e Custódia (Selic) e serve de referência para as demais taxas de juros da economia. Ao reajustá-la para cima, o Banco Central segura o excesso de demanda que pressiona os preços, porque juros mais altos encarecem o crédito e estimulam a poupança. Ao reduzir os juros básicos, o Copom barateia o crédito e incentiva a produção e o consumo, mas enfraquece o controle da inflação. Para cortar a Selic, a autoridade monetária precisa estar segura de que os preços estão sob controle e não correm risco de subir.

infografia_selic

Artigos relacionados

Noturnall lançou o DVD “Made In Russia”

Noturnall lançou o DVD “Made In Russia” Ao lado da banda norte-americana Disturbed, o Noturnall fez três shows em Moscou, Yakateremburgo e São Petesburgo há...

Emy Maziero divulga a música “Disputa de ego”

Emy Maziero divulga a música “Disputa de ego” Após o retorno de sucesso da cantora Emy Maziero, (ex- vocalista do Villa Baggage), com a música...

Covid-19 Brasil: 3.275.520 casos confirmados, 2.384.302 recuperados, 106.523 óbitos e 784.695 em recuperação

Covid-19 Brasil: 3.275.520 casos confirmados, 2.384.302 recuperados, 106.523 óbitos e 784.695 em recuperação O Brasil chegou a 106.523 mortes pela covid-19, conforme atualização do Ministério...

ÁSIA

ÚLTIMAS NOTÍCIAS - BRASIL

Noturnall lançou o DVD “Made In Russia”

0
Noturnall lançou o DVD “Made In Russia” Ao lado da banda norte-americana Disturbed, o Noturnall fez três shows em Moscou, Yakateremburgo e São Petesburgo há...
Translate »