Atividade comercial na China será reiniciada nesta segunda-feira

A propagação da nova cepa do coronavírus na China, provavelmente, continuará a desacelerar a atividade comercial, mesmo depois que muitas companhias reiniciarem as operações a partir desta semana.

Image © (Imagem Referencial / via NHK World) Feb/2020

Atividade comercial na China será reiniciada nesta segunda-feira

A propagação da nova cepa do coronavírus na China, provavelmente, continuará a desacelerar a atividade comercial, mesmo depois que muitas companhias reiniciarem as operações a partir desta semana.

Empresas em Xangai e outras grandes cidades chinesas suspenderam as operações por uma semana adicional após os feriados do Ano Novo Lunar terem terminado em 2 de fevereiro. Espera-se que elas retomem a atividade comercial nesta segunda-feira (10).

As estações ferroviárias estão desinfetando as instalações e medindo a temperatura corporal dos usuários de trens para evitar que o vírus se espalhe.

Mas algumas empresas estão tendo dificuldade para assegurar trabalhadores suficientes. Acredita-se que muitas pessoas não voltaram às áreas urbanas de suas residências devido às restrições de transporte.

Algumas comunidades também estão pedindo aos retornados que fiquem em casa por um certo período de tempo.

Em algumas áreas, as empresas não podem retomar as operações, a menos que as autoridades sanitárias locais aprovem as suas medidas preventivas corporativas contra o vírus.

Algumas empresas instruíram os funcionários a continuarem a trabalhar em casa, para evitarem o contágio do vírus utilizando serviços de transporte público, tais como ônibus e metrô.

Outras empresas decidiram reduzir o horário de trabalho para que os funcionários possam evitar deslocações durante a hora de pico.

Oficiais de saúde chineses dizem ter confirmado um total de 812 mortes pelo vírus na China continental até o domingo. O número ultrapassou a quantidade de mortos da epidemia da SARS de 2003, ou Síndrome Respiratória Aguda Severa, que matou 774 pessoas em todo o mundo.

As autoridades também dizem que pelo menos 37.198 pessoas estão infectadas com o novo coronavírus.