Única mulher do Irã medalhista olímpica em busca de asilo

A única mulher medalhista olímpica do Irã manifestou sua intenção de procurar asilo, criticando as autoridades iranianas por oprimi-la.

Estatística COVID19 - Coronavírus

Total Global
Última atualização em:
Casos

Mortes

Recuperados

Active

Casos Today

Mortes Today

Critical

Affected Countries

Pelo menos 15 pessoas morreram em decorrência das fortes chuvas no Japão

Pelo menos 15 pessoas morreram em decorrência das fortes chuvas no Japão Chuvas torrenciais têm atingido partes do sul do Japão. Enchentes estão causando estragos...

Dois porta-aviões norte-americanos fazem exercícios no Mar do Sul da China

Dois porta-aviões norte-americanos fazem exercícios no Mar do Sul da China A Marinha dos EUA informa que dois de seus porta-aviões estão participando de exercícios...

Covid-19 Brasil: 1.539.081 casos confirmados, 63.174 mortos, 868.372 recuperados e 607.535 em recuperação

Covid-19 Brasil: 1.539.081 casos confirmados, 63.174 mortos, 868.372 recuperados e 607.535 em recuperação O Brasil bateu a marca de 1,5 milhão de casos confirmados acumulados...

Encontrados dois mortos e oito continuam desaparecidos em Kumamoto

Encontrados dois mortos e oito continuam desaparecidos em Kumamoto Oficiais na Província de Kumamoto, sul do Japão, informam que duas pessoas foram encontradas sem sinais...

Emitida ordem de evacuação na província de Kumamoto

Emitida ordem de evacuação na província de Kumamoto As chuvas torrenciais na região sul do Japão, em Kyushu, estão causando um alto risco de enchentes...

Única mulher do Irã medalhista olímpica em busca de asilo

A única mulher medalhista olímpica do Irã manifestou sua intenção de procurar asilo, criticando as autoridades iranianas por oprimi-la.

A atleta de Taekwondo Kimia Alizadeh publicou um comentário no Instagram neste sábado (11), dois dias depois de a mídia ocidental e outros meios de comunicação terem noticiado que ela havia deixado o Irã para a Holanda em busca de asilo.

Ela ganhou a medalha de bronze nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro em 2016, usando o lenço de cabeça necessário para todas as mulheres iranianas em público.

Alizadeh se descreveu como “uma das milhões de mulheres oprimidas no Irã, que elas representam há anos”.

A atleta escreveu que “nós somos apenas ferramentas” para as autoridades iranianas, que exploraram suas medalhas politicamente. Ela acrescentou que as autoridades a criticaram por continuar o esporte.

Alizadeh escreveu que sua decisão de deixar o Irã pode ser mais difícil do que ganhar uma medalha de ouro. Mas ela disse que permanecerá “uma criança do Irã” onde quer que esteja.

Sua ação tem atraído a atenção global, já que o Irã tem mostrado sinais de melhorar os direitos das mulheres. Em outubro, Teerã permitiu que as mulheres assistissem a um jogo de futebol internacional em um estádio pela primeira vez em décadas.

SourceNHK World

Artigos relacionados

Dois porta-aviões norte-americanos fazem exercícios no Mar do Sul da China

Dois porta-aviões norte-americanos fazem exercícios no Mar do Sul da China A Marinha dos EUA informa que dois de seus porta-aviões estão participando de exercícios...

Presidente filipino assina lei “antiterrorista

Presidente filipino assina lei "antiterrorista" As Filipinas promulgaram uma lei antiterrorista que dá maior poder às autoridades de segurança. O Presidente, Rodrigo Duterte, assinou a Lei...

Navios chineses invadem águas territoriais do Japão

Navios chineses invadem águas territoriais do Japão A Guarda Costeira do Japão informa que os navios de patrulha chineses entraram em águas territoriais japonesas em...

ÁSIA

ÚLTIMAS NOTÍCIAS - BRASIL

Covid-19 Brasil: 1.539.081 casos confirmados, 63.174 mortos, 868.372 recuperados e 607.535...

0
Covid-19 Brasil: 1.539.081 casos confirmados, 63.174 mortos, 868.372 recuperados e 607.535 em recuperação O Brasil bateu a marca de 1,5 milhão de casos confirmados acumulados...
Translate »