Mulher assume o comando do destroyer japonês Aegis pela primeira vez

A Capitã Miho Otani tornou-se a primeira mulher a assumir o comando de um destróier Aegis japonês nesta segunda-feira (2), comprometendo-se a dar um exemplo para que outras marinheiras a sigam.

Image © (A Capitã Miho Otani saúda membros de sua tripulação a bordo do Destroyer Myoko, na Base Maizuru, na Prefeitura de Kyoto, nesta segunda-feira (2) / Reprodução / via Japan Today) Dec/2019

Mulher assume o comando do destroyer japonês Aegis pela primeira vez

A Capitã Miho Otani tornou-se a primeira mulher a assumir o comando de um destróier Aegis japonês nesta segunda-feira (2), comprometendo-se a dar um exemplo para que outras marinheiras a sigam.

“Espero que vocês prossigam com nossas missões sem hesitação”, disse Otani, 48 anos, aos 300 membros da tripulação do Myoko, o destroyer da Força de Autodefesa Marítima equipada com sistema de defesa Aegis, que ela comandará, na Base Maizuru na Prefeitura de Kyoto, no oeste do Japão.

Em entrevista aos repórteres, ela explicou o peso que terá seu papel.

“É uma grande honra ser a primeira capitã (de um destroyer Aegis). Eu gostaria de pensar sobre como podemos fazer desta tendência uma norma, pois acredito que um número crescente de mulheres se inscreverão (na Força de Autodefesa marítima (Maritime Self-Defense Force – MSDF) a partir de agora”.

Otani tornou-se a primeira capitã de um destroyer da MSDF quando assumiu o comando do Yamagiri em 2016.

Natural de Suita, província de Osaka, Otani é há muito uma pioneira.

Ela se formou na Academia Nacional de Defesa em 1996 como uma das primeiras mulheres a fazê-lo e se tornou a primeira capitã de um navio de treinamento em 2013, de acordo com o MSDF.