Conselho de Segurança da ONU dividido quanto à abordagem aos testes de mísseis Coreia do Norte

O Conselho de Segurança das Nações Unidas continua dividido quanto à forma de como proceder aos repetidos testes de mísseis balísticos realizados pela Coreia do Norte.

Image © (Reunião do Conselho de Segurança da ONU / Reprodução / via NHK World) Dec/2019

Conselho de Segurança da ONU dividido quanto à abordagem aos testes de mísseis Coreia do Norte

O Conselho de Segurança das Nações Unidas continua dividido quanto à forma de como proceder aos repetidos testes de mísseis balísticos realizados pela Coreia do Norte.

Rússia e China enfatizam a importância do diálogo com Pyongyang, enquanto os Estados Unidos parecem favorecer uma postura mais firme.

Os membros do Conselho de Segurança da ONU reuniram-se na quarta-feira (11), a pedido dos Estados Unidos, na sequência do lançamento de mísseis balísticos pelo Norte em 28 de Novembro. Eles marcaram o 13º tal lançamento este ano.

A embaixadora dos EUA na ONU, Kelly Craft, disse que os testes de mísseis são uma clara violação as resoluções do Conselho de Segurança.

Ela advertiu à Coreia do Norte que o Conselho de Segurança agiria se Pyongyang não pusesse termo às suas provocações.

China e Rússia têm enfatizado a importância do diálogo com o Norte.

O embaixador russo da ONU Vassily Nebenzia disse que o diálogo é a única solução para a questão. Ele disse que nada pode ser alcançado através da imposição de sanções e exercer pressão.

Washington quer cooperar com os membros da ONU para ganhar vantagem nas negociações de desnuclearização com Pyongyang. Mas isso pode não ser fácil à medida que as diferenças entre os membros se tornam claras.