Tipos de pessoas que mais traem em um namoro, segundo pesquisa

Como enfrentar a infidelidade? A resposta é: você não pode. Assim como você foi ensinado a não julgar um livro pela capa, é quase impossível olhar alguém nos olhos e, com apenas um olhar, saber que é uma pessoa que irá te trair. A verdade é que qualquer um pode ser infiel – depende apenas de como você define o termo.

A conselheira de relacionamento e sexóloga clínica Dra. Martha Tara Lee, da Eros Coaching, disse que a trapaça é subjetiva porque pessoas diferentes têm limites diferentes.

“Trair pode ser emocional e/ou físico. Tudo depende de como a pessoa em questão está se sentindo”, disse Lee. “A maioria das pessoas fica mais perturbada com a quebra de confiança e a intimidade no relacionamento ‘rival’ do que se há sexo envolvido.”

De acordo com uma pesquisa realizada pelo site de relacionamentos Meu Rubi, 20% dos homens e 13% das mulheres fizeram sexo com alguém que não era seu cônjuge enquanto casado. E o que é mais comovente sobre essas estatísticas é que, daqueles que foram enganados e descobriram sobre isso, provavelmente nunca viram isso acontecer – pelo menos não até que fosse tarde demais.

Qualquer um pode ser infiel, mas, embora você não deva necessariamente basear seus julgamentos nos truques estereotipados que você vê retratados em Hollywood, existem alguns traços comuns de personalidade que os essas pessoas compartilham. Se alguma das seguintes bandeiras vermelhas estiver acenando bem na sua frente, pode ser um sinal de que seu parceiro está tramando algo.

Pessoas que gostam de muita privacidade

É uma verdade universalmente reconhecida que os segredos não são divertidos, a menos que você compartilhe com todos. Mas os segredos de uma pessoa infiel não são apenas divertidos, eles raramente são compartilhados com ninguém.

Os segredos de uma pessoa infiel geralmente podem ser revelados por meio de sua lista de chamadas recentes, em mensagens de texto em seu telefone ou em uma pasta particular em seu email.

Pessoas infiéis também tendem a colocar um ambiente de privacidade bastante intenso em suas vidas pessoais, por isso não são apenas os acontecimentos românticos que eles guardam para si mesmos.

Pessoas infiéis raramente te chamam pelo nome

A estratégia de chamar suas diferentes namoradas de “bebê” e “amor” não é apenas uma forma inteligente, é uma legítima característica de pessoas infiéis, que usam disso para garantir que não estejam misturando seu nome com o nome do outro parceiro. “Chamar o nome errado no calor da paixão é um passo em falso difícil de recuar”, explica psicóloga.

São pessoas que sabem mentir muito bem

Não se sinta mal se você já se apaixonou pelas falsas promessas de um traidor e desculpas esfarrapadas para cancelar planos no passado. É fácil de fazer, porque eles são muito bons nisso.

Tão bons, de fato, que Leslie Wish, uma notável psicoterapeuta, autora e fundadora da Love Victory, disse que as pessoas infiéis às vezes lançam as bases para futuras mentiras antes do tempo, a fim de cobrir seus rastros mais tarde no relacionamento.

“Eles podem começar com bastante antecedência dizendo que a carga de trabalho no escritório aumentou dramaticamente por causa da reorganização ou da saída de pessoas”, disse Wish.“Essas são mentiras, é claro, para que, quando não estejam com você, tenham uma ótima história para contar”.

O que é ainda mais perturbador nos infiéis é que eles não apenas sabem o que dizer, como sabem como se comportar para que sua linguagem corporal não solte mentiras.

“Eles podem olhar nos seus olhos e dizer coisas como: ‘Que dia longo no trabalho’, quando eles estavam na verdade com outra pessoa.”

São bem divididos entre estarem indisponíveis, mas disponíveis ao mesmo tempo

No início de todo relacionamento, há uma fase de lua de mel quando vocês não conseguem tirar as mãos um do outro. Eventualmente, tudo acaba, mas mesmo que você não esteja dando a mesma atenção ou carinho que você estava no início de tudo, normalmente algum tipo de faísca ainda está queimando.

Mas se o seu parceiro começar a ver outras pessoas pelas suas costas, não se surpreenda se o primeiro sinal de infidelidade for a distância.

“Agora você não tem certeza de quando vai ver ou ouvir seu parceiro. Quando você estende a mão, não recebe resposta ou diz que eles voltarão para você”, explicou a psicóloga.

Tendem a estarem sempre certos, mesmo quando errados

Você já ouviu a frase “não é você, sou eu?” Pessoas que traem geralmente invertem a situação, como se a culpa fosse sua.

“Os infieis costumam dizer coisas como:‘ Meu parceiro não gosta de fazer o que eu gosto de fazer na cama. ‘ Ou: “Nosso relacionamento é insatisfatório sexual e emocionalmente, por isso tenho que buscá-lo em outro lugar”, disse psicóloga.

Nada que um parceiro infiel faz é culpa sua, mas no momento em que eles começam a racionalizar seu caso em voz alta, pode ser fácil esquecer que eles agiram por conta própria. Uma vez que eles começam a fazer você duvidar de si mesmo, pode ser um sinal de que seu parceiro está tentando entrar em sua mente e fazer com que você se culpe pelo fato de “precisar” te trair.

Fonte: