Relatada primeira morte nos protestos de Honk Kong

O governo de Hong Kong informa que um estudante universitário de 22 anos de idade morreu nesta sexta-feira (8) de manhã, após sofrer ferimentos, enquanto participava de um protesto pró-democracia.

Image © (Confronto entre a polícia de Hong Kong e manifestantes / Reprodução / via The New York Times) Nov/2019

Relatada primeira morte nos protestos de Honk Kong

O governo de Hong Kong informa que um estudante universitário de 22 anos de idade morreu nesta sexta-feira (8) de manhã, após sofrer ferimentos, enquanto participava de um protesto pró-democracia.

Esta é a primeira morte relacionada com os protestos que abalaram o território nos últimos cinco meses.

O homem foi encontrado na segunda-feira (4), no terceiro andar de um estacionamento, em um bairro residencial da Península de Kowloon.

A polícia de Hong Kong diz que ele pode ter caído acidentalmente do quarto andar.

Ele foi levado para um hospital e tratado, mas não recuperou a consciência.

No momento do incidente, a polícia estava alegadamente usando gás lacrimogêneo para remover manifestantes de uma área próxima.

Espera-se que a morte do homem alimente ainda mais a raiva pública contra o governo e a polícia.