Vice renuncia à Presidência interina do Peru

A vice-presidente do Peru, Mercedes Araoz, que havia sido empossada como presidente interina pelos parlamentares em uma sessão de validade questionada, renunciou ao cargo na noite de terça-feira (1º).

Estatística COVID19 - Coronavírus

Total Global
Última atualização em:
Casos

Mortes

Recuperados

Active

Casos Today

Mortes Today

Critical

Affected Countries

Tóquio pronto para flexibilizar as restrições

Tóquio pronto para diminuir as restrições Tóquio está em meio à reabertura após o número de novas infecções por coronavírus chinês ter caído de seu...

Renault cortará 15.000 empregos em todo o mundo

Renault cortará 15.000 empregos em todo o mundo A montadora francesa Renault elaborou um plano de reestruturação que inclui uma redução de quase 15.000 empregos...

Minnesota declara emergência à medida que protestos continuam

Minnesota declara emergência à medida que protestos continuam O governador do estado de Minnesota, no meio-oeste dos Estados Unidos, declarou estado de emergência sobre a...

Trump assina ordem executiva das mídias sociais

Trump assina ordem executiva das mídias sociais O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, assinou uma ordem executiva buscando uma revisão das proteções legais concedidas...

Bolo de tangerina com castanha de caju

Bolo de tangerina com castanha de caju Para preparar este bolo, escolha tangerinas pequenas de sabor forte. Ingredientes: Bolo: 4 a 6 tangerinas ¾ de xícara (150 g) de...

Vice renuncia à Presidência interina do Peru

A vice-presidente do Peru, Mercedes Araoz, que havia sido empossada como presidente interina pelos parlamentares em uma sessão de validade questionada, renunciou ao cargo na noite de terça-feira (1º).

O tribunal eleitoral do país (Jurado Nacional de Elecciones) começou a organizar as novas eleições para o Congresso, previstas para o dia 26 de janeiro de 2020. Cidadãos com iadade de 18 anos completados até a última segunda-feira (30/09) poderão votar. Os novos candidatos serão eleitos para exercer mandato apenas até o final do atual período, que é de 2016 a 2021. Os parlamentares do Congresso desfeito não poderão se recandidatar. Há 24 partidos políticos habilitados para participar das novas eleições.

Entenda o caso
A atual crise começou quando Martín Vizcarra, presidente do país, enviou ao Congresso um voto de confiança para examinar e modificar o processo de escolha de magistrados para a Suprema Corte. Ele afirma que a Corte estava sendo tomada por juízes ligados à oposição, com a finalidade de defender políticos envolvidos em escândalos de corrupção e lavagem de dinheiro, em casos que vieram à tona com as operações da Lava Jato.

O Parlamento, majoritariamente oposicionista ao governo, ignorou a solicitação de Vizcarra que, em contrapartida, dissolveu o Congresso, na última segunda-feira (30). Vizcarra afirma estar agindo conforme manda a Constituição. A decisão tem validade de um ano, e Vizcarra é obrigado a convocar eleições no prazo máximo de quatro meses.

Após a decisão presidencial, os parlamentares inconformados aprovaram uma suspensão por “incapacidade temporal” de Vizcarra. A suspensão é questionada pois, no momento, o Parlamento já havia sido dissolvido e não teria poderes para afastá-lo. Em seguida, os parlamentares empossaram a vice Mercedes Araoz, também sem respaldo constitucional.

A vice-presidente, que já vinha se distanciando de Vizcarra, assumiu a “Presidência” na segunda-feira à noite, em um juramento no Congresso. No entanto, na noite de ontem (1º), ela divulgou um documento no qual afirma renunciar, não apenas ao cargo de “presidente interina”, que lhe foi concedido pelo Congresso e que não é reconhecido pelo governo, como também ao cargo de vice-presidente.

Na carta, Mercedes Araoz afirma que sua renúncia deveria levar o país à convocatória de novas eleições. Ela afirma que a ordem constitucional do país foi rompida.

“Desejo profundamente que nossa pátria supere esta grave crise institucional para o bem de todos os peruanos, especialmente dos menos favorecidos que são os mais prejudicados pela irresponsabilidade dos políticos”.

No entanto, para o primeiro-ministro do país, Vicente Zeballos, a carta de Mercedes Araoz não tem validade pois foi endereçada a Pedro Olaechea, presidente da Comissão Permanente do Congresso, que foi desfeito. De acordo com Zeballos, Mercedes Araoz, constitucionalmente, ainda é a vice-presidente.

“Desde uma perspectiva política e constitucional, ela segue como vice-presidente do Peru porque renunciou, no documento que fez público ontem no Twitter, ante o presidente do Congresso (Pedro Olaechea) e o Congresso não existe, foi dissolvido”.

Após a renúncia de Mercedes Araoz, Pedro Olaechea, presidente da Comissão Permanente, seria o sucessor hierárquico para assumir o cargo. No entanto, ele reconhece não ser possível pois não possui respaldo das Forças Armadas, que apoiam Vizcarra. O atual presidente também tem amplo apoio popular. A imprensa peruana fala que 70% da população estão a favor do fechamento do Congresso.

Brasil

Covid-19 Brasil: 411.821 casos confirmados, 25.598 mortes, 166.647 recuperados e 219.576 em recuperação

Covid-19 Brasil: 411.821 casos confirmados, 25.598 mortes, 166.647 recuperados e 219.576 em recuperação O Brasil passou dos 400 mil casos confirmados de covid-19, de acordo...

PGR pede suspensão de inquérito que apura divulgação de fake news

  PGR pede suspensão de inquérito que apura divulgação de fake news O procurador-geral da República, Augusto Aras, pediu, nesta quarta-feira (27), ao Supremo Tribunal Federal...

Brasil do absurdo: Suprema Corte ordena busca e apreensão contra a liberdade de expressão

Brasil do absurdo: Suprema Corte ordena busca e apreensão contra a liberdade de expressão A Polícia Federal (PF) cumpriu, nesta quarta-feira (27), 29 mandados de...

Artigos relacionados

Twitter toma ação contra tweets de Trump

Twitter toma ação contra tweets de Trump A empresa de mídia social norte-americana Twitter tomou medidas para evitar que um post do presidente Donald Trump...

Renault cortará 15.000 empregos em todo o mundo

Renault cortará 15.000 empregos em todo o mundo A montadora francesa Renault elaborou um plano de reestruturação que inclui uma redução de quase 15.000 empregos...

Minnesota declara emergência à medida que protestos continuam

Minnesota declara emergência à medida que protestos continuam O governador do estado de Minnesota, no meio-oeste dos Estados Unidos, declarou estado de emergência sobre a...
Translate »