Manifestantes de Hong Kong desafiam proibição de máscaras

Em Hong Kong, manifestantes anti-governo usando máscaras protestaram no sábado (5), apesar da proibição das mesmas em manifestações. Mais tumulto é esperado para ocorrer neste domingo, já que os protestos podem começar na parte da tarde.

Image © (Imagem referencial / via Agência Brasil) Oct/2019

Manifestantes de Hong Kong desafiam proibição de máscaras

Em Hong Kong, manifestantes anti-governo usando máscaras protestaram no sábado (5), apesar da proibição das mesmas em manifestações. Mais tumulto é esperado para ocorrer neste domingo, já que os protestos podem começar na parte da tarde.

Dezenas de manifestantes, em áreas próximas à fronteira com a China continental, cercaram uma agência de um banco chinês e quebraram a fachada de vidro da loja de uma empresa que viam como apoiadora de Pequim.

Jovens manifestantes mascarados ocuparam ruas do centro da cidade na Península de Kowloon e em outros lugares à noite. A polícia disparou jatos de água para dispersá-los.

O governo de Hong Kong invocou a Portaria de Regulamentação de Emergência para impor a proibição de máscaras no sábado. A portaria permite que o governo restrinja as atividades das pessoas sem aprovação legislativa.

Um grupo de legisladores pró-democracia diz que pediu a um tribunal no sábado para emitir uma injunção para parar de criminalizar coberturas de rosto.

O grupo diz que o uso da portaria prejudica as liberdades das pessoas e vai contra a Lei Básica, ou mini-constituição de Hong Kong.

Em outro desenvolvimento, a mídia de Hong Kong relata que um garoto de 14 anos que sofreu uma lesão na coxa após ser baleado por um policial na sexta-feira foi preso por suspeita de participar de motins.