Executivos da KEPCO também receberam dinheiro de empreiteiras

A Kansai Electric Power Company - KEPCO, admitiu que três de seus executivos aceitaram dinheiro e presentes de empreiteiros, bem como do vice-prefeito de uma cidade que abriga uma de suas usinas nucleares.

Image © (Presidente do Conselho Administrativo da Kansai Electric Power - KEPCO, Makoto Yagi / Reprodução / via China Daily) Oct/2019

Executivos da KEPCO também receberam dinheiro de empreiteiras

A Kansai Electric Power Company – KEPCO, admitiu que três de seus executivos aceitaram dinheiro e presentes de empreiteiros, bem como do vice-prefeito de uma cidade que abriga uma de suas usinas nucleares.

Receber dinheiro e presentes diretamente de empresas que ganharam contratos da concessionária aprofunda as alegações de propina.

Em uma coletiva de imprensa na quarta-feira (2), a KEPCO deu detalhes das negociações inadequadas com Eiji Moriyama, o falecido vice-prefeito da cidade de Takahama na província de Fukui.

Eles disseram que 20 executivos aceitaram dinheiro e presentes no valor de quase 3 milhões de dólares de Moriyama.

A KEPCO disse, mais tarde, que três dos executivos também tinham recebido dinheiro e presentes de duas empreiteiras. Moriyama foi conselheiro de uma das empresas, uma companhia de construção.

Um executivo recebeu da empresa de construção cerca de 9.300 dólares em dinheiro e cerca de 3.700 dólares em vales-presente. Os outros dois funcionários aceitaram vouchers para cinco fatos personalizados de outra empresa, que ganhou contratos para a KEPCO.

A KEPCO adjudicou contratos e subcontratos no valor aproximado de 60 milhões de dólares à empresa de construção nos últimos cinco anos.