26.1 C
Kōnan
sexta-feira, 5 de junho de 2020

Brasil: vazamento é a maior agressão ambiental do país, avalia Petrobras

O vazamento de óleo que tem sido retirado do litoral do Nordeste é a maior agressão ambiental já sofrida pelo Brasil em sua história, disse nesta terça-feira (29), no Rio de Janeiro, o presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco. Ele participou de um seminário da Fundação Getulio Vargas (FGV) sobre a matriz energética brasileira e comentou o desastre ambiental.

Estatística COVID19 - Coronavírus

Total Global
Última atualização em:
Casos

Mortes

Recuperados

Active

Casos Today

Mortes Today

Critical

Affected Countries

Japão proíbe a entrada de mais 18 países

Japão proíbe a entrada de mais 18 países O Japão pretende proibir a entrada de cidadãos estrangeiros de outros 18 países na luta contra a...

Vivendo no Japão em meio à crise do coronavírus chinês: se estiver tendo problemas com visto ou sofrendo discriminação

Vivendo no Japão em meio à crise do coronavírus chinês: se estiver tendo problemas com visto ou sofrendo discriminação Aos estrangeiro residentes no Japão durante...

Evento da contagem regressiva das Olimpíadas de Tóquio a ser cancelado

Evento da contagem regressiva das Olimpíadas de Tóquio a ser cancelado A comissão organizadora das Olimpíadas e Paraolimpíadas de Tóquio cancelarão a contagem regressiva de...

Gastos domésticos caem 11% no Japão em abril

Gastos domésticos caem 11% no Japão em abril Os gastos das famílias japonesas, em abril, caíram 11,1% em termos reais em relação ao ano anterior,...

Apple Crisp com aveia e azeite de oliva

Apple Crisp com aveia e azeite de oliva Apple Crisp é uma sobremesa crocante, saborosa e super simples de fazer. Ingredientes: Para as maçãs: 5 maçãs vermelhas ou...

Brasil: vazamento é a maior agressão ambiental do país, avalia Petrobras

O vazamento de óleo que tem sido retirado do litoral do Nordeste é a maior agressão ambiental já sofrida pelo Brasil em sua história, disse nesta terça-feira (29), no Rio de Janeiro, o presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco. Ele participou de um seminário da Fundação Getulio Vargas (FGV) sobre a matriz energética brasileira e comentou o desastre ambiental.

“[O vazamento] é maior agressão ambiental sofrida por nosso país, creio eu, em nossa história”, disse. Afirmou que o assunto tem sido abordado de forma “politizada e ideologizada”, com “versões falsas” sobre o que poderia ter sido feito.

“Na realidade, era impossível combater isso na origem. As empresas de petróleo e a Petrobras estão preparadas para combater vazamentos de petróleo, uma vez identificada a fonte do vazamento”, afirmou.

Castello Branco comparou a quantidade de óleo retirada das praias ao desastre ambiental no Golfo do México, em que o vazamento partiu da petrolífera British Petroleum (BP). “É semelhante”, disse.

Ainda não se sabe de onde vazou o óleo que atinge as praias nordestinas, mas pesquisadores já apontaram que o vazamento ocorreu no oceano, em uma área entre 600 e 700 quilômetros de distância da divisa entre Sergipe e Alagoas. Uma das hipóteses é que o óleo foi extraído de três campos na Venezuela e, provavelmente, estava sendo transportado quando ocorreu o acidente.

Leilões
O presidente da Petrobras afirmou, ainda, que o setor petrolífero vive um “ano extraordinário” no país e avaliou que o leilão de excedentes da cessão onerosa, marcado para semana que vem, é uma vitória do governo.

“A demanda global por petróleo tende a crescer lentamente, quem sabe estagnar e, no futuro, reduzir. Não podemos esperar e deixar o petróleo no fundo do mar”, defendeu ele.

A seguir, disse que, por uma questão de priorizar os ativos de maior retorno, a Petrobras manifestou preferência por apenas dois campos, os de Itapu e Búzios, este o maior já descoberto no Brasil. Ele disse que a estatal está otimista com o resultado. “Vamos com entusiasmo para ganhar”.

Eleição argentina
O presidente da Petrobras também comentou o resultado da eleição presidencial na Argentina durante sua palestra de hoje. Foram eleitos o presidente Alberto Fernandez e a vice Cristina Kirchner, em uma disputa em que o principal adversário era o atual presidente, Maurício Macri.

Ao fazer uma comparação com propostas legislativas para regular novamente percentuais mínimos de conteúdo local para a indústria de petróleo, Castello Branco classificou de “erro” a eleição de alguém que, na visão dele, provocou os problemas vividos pelo país vizinho.

“Não podemos repetir a Argentina, onde se tira um presidente que não consegue se eleger porque não conseguiu solucionar os problemas. Aí, você traz de volta alguém que provocou os problemas. Esse é claramente um erro”, finalizou.

Brasil

Presidente sul-coreano sugere a Trump convidar o Brasil para cúpula do G7

Presidente sul-coreano sugere a Trump convidar o Brasil para cúpula do G7 O presidente sul-coreano, Moon Jae-in aceitou, nesta segunda-feira (1º), o convite do presidente...

Covid-19: Brasil ingressa em consórcio global para produzir vacina

Covid-19: Brasil ingressa em consórcio global para produzir vacina O governo federal anunciou, nesta terça-feira (2), a participação do Brasil no projeto Acelerador de Vacina...

Covid-19 Brasil: 555.383 casos confirmados, 31.199 morte, 223.638 recuperados e 300.546 em recuperação

Covid-19 Brasil: 555.383 casos confirmados, 31.199 morte, 223.638 recuperados e 300.546 em recuperação O balanço diário divulgado, nesta terça-feira (2), pelo Ministério da Saúde trouxe...

Artigos relacionados

Presidente sul-coreano sugere a Trump convidar o Brasil para cúpula do G7

Presidente sul-coreano sugere a Trump convidar o Brasil para cúpula do G7 O presidente sul-coreano, Moon Jae-in aceitou, nesta segunda-feira (1º), o convite do presidente...

Covid-19: Brasil ingressa em consórcio global para produzir vacina

Covid-19: Brasil ingressa em consórcio global para produzir vacina O governo federal anunciou, nesta terça-feira (2), a participação do Brasil no projeto Acelerador de Vacina...

Covid-19 Brasil: 555.383 casos confirmados, 31.199 morte, 223.638 recuperados e 300.546 em recuperação

Covid-19 Brasil: 555.383 casos confirmados, 31.199 morte, 223.638 recuperados e 300.546 em recuperação O balanço diário divulgado, nesta terça-feira (2), pelo Ministério da Saúde trouxe...
Translate »