22.8 C
Kōnan
quinta-feira, 4 de junho de 2020

Brasil: governo quer ampliar número de municípios que recebem venezuelanos

O governo federal quer ampliar o número de municípios brasileiros que recebem migrantes e refugiados venezuelanos. Um protocolo de intenções foi assinado, na tarde desta quarta-feira (2), em cerimônia no Palácio do Planalto, e contou com a presença de nove ministros de Estado, o presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM) e representantes de três agências das Nações Unidos (ONU) que lidam com população (Unfpa), migração (OIM) e refugiados (Acnur).

Estatística COVID19 - Coronavírus

Total Global
Última atualização em:
Casos

Mortes

Recuperados

Active

Casos Today

Mortes Today

Critical

Affected Countries

Protestos dos EUA continuam sem um final a vista

Protestos dos EUA continuam sem um final a vista Os protestos pela morte de um negro sob custódia policial continuam por todos os Estados Unidos...

Covid-19: Brasil ingressa em consórcio global para produzir vacina

Covid-19: Brasil ingressa em consórcio global para produzir vacina O governo federal anunciou, nesta terça-feira (2), a participação do Brasil no projeto Acelerador de Vacina...

Covid-19 Brasil: 555.383 casos confirmados, 31.199 morte, 223.638 recuperados e 300.546 em recuperação

Covid-19 Brasil: 555.383 casos confirmados, 31.199 morte, 223.638 recuperados e 300.546 em recuperação O balanço diário divulgado, nesta terça-feira (2), pelo Ministério da Saúde trouxe...

Tóquio em alerta com novo surto de infecções

Tóquio em alerta com novo surto de infecções Autoridades do governo de Tóquio emitiram um alerta após confirmar a maior contagem diária de infecções por...

Filipinas retarda anulação de pacto de defesa com os EUA

Filipinas retarda anulação de pacto de defesa com os EUA O governo filipino suspendeu sua decisão de finalizar um acordo de mobilização de tropas com...

Brasil: governo quer ampliar número de municípios que recebem venezuelanos

O governo federal quer ampliar o número de municípios brasileiros que recebem migrantes e refugiados venezuelanos. Um protocolo de intenções foi assinado, na tarde desta quarta-feira (2), em cerimônia no Palácio do Planalto, e contou com a presença de nove ministros de Estado, o presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM) e representantes de três agências das Nações Unidos (ONU) que lidam com população (Unfpa), migração (OIM) e refugiados (Acnur).

O propósito do governo é interiorizar a acolhida, e criar melhores oportunidades de inserção dos migrantes da Venezuela no Brasil. Até agosto, o Brasil contabilizava 14.643 refugiados e migrantes do país vizinho em mais de 250 municípios. Mais de 9 mil deles entraram neste ano no país.

De acordo com o ministro chefe da Casa Civil, Onix Lorenzoni, a migração dos venezuelanos “é a maior diáspora da América Latina”. A ONU contabiliza que mais de 4 milhões de pessoas saíram da Venezuela desde 2016. Desses, 115 mil solicitaram refúgio no Brasil e outros 90 mil pediram residência temporária.

O protocolo prevê que municípios que aderirem à campanha de acolhimento definirão o número de pessoas e famílias que poderão receber e até o perfil dos migrantes, conforme vocação econômica das cidades. Cada município, em conjunto com o governo federal, definirá a data para receber os migrantes. Caberá ao governo federal fazer avaliação clínica, vacinar e prestar assistência médica imediata aos venezuelanos.

De acordo com o subchefe de articulação e monitoramento da Casa Civil Antônio José Barreto de Araújo Jr., a iniciativa do governo visa a diminuir a concentração de venezuelanos em Roraima (que tem 13 abrigos provisórios) e criar oportunidade de trabalho e renda em outros lugares. Segundo ele, apesar do Estado de Roraima “ser acolhedor” não há “estrutura necessária para o montante de pessoas entrando pela fronteira. Mantê-los lá tem um custo muito alto”.

Araújo Jr. assinala que as estratégias de solidariedade e acolhimento devem ter sustentabilidade econômica e fiscal. “Eles buscavam novas oportunidades. Nova oportunidade não é ficar em Boa Vista ou Pacaraima”, disse ao referir-se à capital de Roraima e à cidade na fronteira do estado com a Venezuela. Ele disse ainda que a intenção é associar o melhor modelo de acolhimento com a menor despesa possível para que essa nova oportunidade se concretize em qualquer região do Brasil.

ONU
O coordenador-residente do Sistema ONU no Brasil, Niky Fabiancic, presente na solenidade, elogiou a iniciativa do governo de interiorização da operação acolhida: “É essencial para criação de oportunidades aos venezuelanos. Para isso, a participação dos municípios é de crucial importância”.

“A resposta brasileira é eficiente porque é abrangente. Envolve o ordenamento da fronteira, o acolhimento e a interiorização. O Brasil provê de maneira eficaz o acesso à documentação, saúde, educação, abrigo, proteção, alimentação e integração social e econômica”, assinalou Fabiancic.

Brasil

Covid-19: Brasil ingressa em consórcio global para produzir vacina

Covid-19: Brasil ingressa em consórcio global para produzir vacina O governo federal anunciou, nesta terça-feira (2), a participação do Brasil no projeto Acelerador de Vacina...

Covid-19 Brasil: 555.383 casos confirmados, 31.199 morte, 223.638 recuperados e 300.546 em recuperação

Covid-19 Brasil: 555.383 casos confirmados, 31.199 morte, 223.638 recuperados e 300.546 em recuperação O balanço diário divulgado, nesta terça-feira (2), pelo Ministério da Saúde trouxe...

Covid-19 Brasil: 498.440 casos confirmados, 27.878 mortes, 200.892 recuperados e 268.714 em recuperação

Covid-19 Brasil: 498.440 casos confirmados, 27.878 mortes, 200.892 recuperados e 268.714 em recuperação O Brasil registrou 956 novas mortes por covid-19 nas últimas 24 horas,...

Artigos relacionados

Covid-19: Brasil ingressa em consórcio global para produzir vacina

Covid-19: Brasil ingressa em consórcio global para produzir vacina O governo federal anunciou, nesta terça-feira (2), a participação do Brasil no projeto Acelerador de Vacina...

Covid-19 Brasil: 555.383 casos confirmados, 31.199 morte, 223.638 recuperados e 300.546 em recuperação

Covid-19 Brasil: 555.383 casos confirmados, 31.199 morte, 223.638 recuperados e 300.546 em recuperação O balanço diário divulgado, nesta terça-feira (2), pelo Ministério da Saúde trouxe...

Covid-19 Brasil: 498.440 casos confirmados, 27.878 mortes, 200.892 recuperados e 268.714 em recuperação

Covid-19 Brasil: 498.440 casos confirmados, 27.878 mortes, 200.892 recuperados e 268.714 em recuperação O Brasil registrou 956 novas mortes por covid-19 nas últimas 24 horas,...
Translate »