Onda de calor mata mais de 1.400 pessoas na França

Autoridades sanitárias francesas declararam que uma onda de calor recorde em junho e julho causou a morte de mais de 1.400 pessoas no país.

Image © (Imagem referencial / via RNZ) Sep/2019

Onda de calor mata mais de 1.400 pessoas na França

Autoridades sanitárias francesas declararam que uma onda de calor recorde em junho e julho causou a morte de mais de 1.400 pessoas no país.

O Ministério da Saúde relata que quase 70% dos que morreram tinham 75 anos de idade ou mais.

Um novo recorde nacional de temperatura foi estabelecido em junho, quando os termômetros subiram para 45,9º Celsius na região sul de Gard.

Em julho, as temperaturas em Paris chegaram a 42,6º, quebrando o recorde anterior de 40,4º, estabelecido em 1947.

As autoridades francesas têm instado o público a tomar medidas contra o calor escaldante desde 2003, quando mais de 10.000 pessoas morreram por causa de insolação e outras causas relacionadas ao calor.

Os governos locais lançaram programas que enviam voluntários para visitar os idosos em suas casas e aconselham as pessoas a permanecerem hidratadas.

A onda de calor deste ano atingiu outros países além da França. A Organização Meteorológica Mundial está alertando sobre o impacto do aquecimento global. Ela diz que o aumento da produção de gases de efeito estufa é responsável pelo clima extremo.