Jovens de Hong Kong incendiam estações de metrô

Manifestantes fizeram uma marcha pela ilha central de Hong Kong neste domingo (8), pedindo apoio dos EUA, enquanto outros vandalizaram estações de metrô.

Image © (Chefe-executiva de Hong Kong, Carrie Lam / Reprodução / via NHK World) Sep/2019

Jovens de Hong Kong incendiam estações de metrô

Manifestantes fizeram uma marcha pela ilha central de Hong Kong neste domingo (8), pedindo apoio dos EUA, enquanto outros vandalizaram estações de metrô.

Após a marcha, jovens manifestantes usando roupas pretas e máscaras incendiaram as entradas das estações de metrô, estilhaçaram vidros e destruíram máquinas de venda de passagens, forçando o fechamento temporário de algumas delas.

Eles também provocaram incêndios nas ruas, levando a polícia a usar gás lacrimogêneo para dispersá-los. Em meio ao tumulto, os consumidores foram vistos fugindo das estações e áreas adjacentes.

Na quarta-feira passada, a Chefe do Executivo de Hong Kong, Carrie Lam, retirou uma lei de extradição que desencadeou estas últimas semanas de manifestações.

Porém, muitas pessoas continuaram os protestos, exigindo que ela também atenda as outras demandas, incluindo a criação de um painel independente para examinar se a resposta da polícia às ações dos manifestantes foi apropriada.

Muitos jovens visaram, recentemente, estações de metrô. Eles acusam o operador do sistema metroviário de cancelar os serviços em conformidade com as instruções do governo e da polícia de Hong Kong, em vez de priorizar os passageiros.