Intensificam protestos em Hong Kong

Os protestos em Hong Kong intensificaram-se no período que precede o 70º aniversário da fundação da República Popular da China, nesta terça-feira (1/10).

Image © (Manifestantes pró democracia de Honk Hong em protesto no centro da cidade / Reprodução / via NHK World) Sep/2019

Intensificam protestos em Hong Kong

Os protestos em Hong Kong intensificaram-se no período que precede o 70º aniversário da fundação da República Popular da China, nesta terça-feira (1/10).

As pessoas que participaram da manifestação no domingo (29), fizeram origamis de cegonhas, desfilando com bandeiras de outros países como Estados Unidos e Japão, na esperança de ganhar apoio internacional.

Alguns manifestantes violentos lançaram bombas incendiárias e queimaram placas de congratulações pelo 70º dia nacional. Outros depredaram os caixas automáticos de um banco chinês.

A polícia respondeu com gás lacrimogêneo e canhões de água para dispersar as multidões. Também detiveram vários manifestantes.

Foi relatado que 25 manifestantes haviam sido levados ao hospital até domingo à noite.

A mídia local relatou que vários homens, que se acredita serem policiais vestidos à paisana, foram cercados por manifestantes e um deles disparou um tiro de advertência.

Há manifestações planejadas para esta segunda-feira e ativistas estão pedindo a adesão de escolas e locais de trabalho. Uma corrente humana também está planejada.

Os ativistas pró democracia estão planejando uma manifestação em massa para terça-feira, apesar das objeções da polícia. É provável que mais confrontos ocorram.

As manifestações começaram em junho para protestar contra um projeto de lei que teria permitido que suspeitos fossem enviados à China continental para julgamento.

As manifestações continuaram mesmo depois que o governo de Hong Kong anunciou a retirada formal do controverso projeto de lei no início deste mês.