Greve geral e protestos continuam em Hong Kong

A greve geral em Hong Kong continua a paralisar os serviços de transporte e a interromper as operações comerciais em meio a manifestações de grande escala.

Image © (Imagem referencial / via NHK World) Aug/2019

Greve geral e protestos continuam em Hong Kong

A greve geral em Hong Kong continua a paralisar os serviços de transporte e a interromper as operações comerciais em meio a manifestações de grande escala.

A mídia local informa que cerca de 500.000 pessoas participaram da greve nesta segunda-feira (5). Mais de 200 vôos de e para o aeroporto de Hong Kong, um importante centro asiático, foram suspensos.

Os manifestantes impediram que os trens do metrô saíssem das estações, provocando indignação entre alguns passageiros. O serviço foi retomado à tarde.

Os manifestantes também paralisaram as principais estradas com barricadas.

As pessoas, novamente, saíram às ruas para exigir a retirada completa de um projeto de extradição suspenso, que permitiria que suspeitos de crimes fossem enviados para julgamento na China continental.

Os comícios foram realizados em sete locais. Vários milhares de pessoas, incluindo as que se juntaram à greve, reuniram-se num parque perto do edifício do governo na ilha central de Hong Kong.

Em um comício na Península de Kowloon, a polícia disparou gás lacrimogêneo para dispersar a multidão.