Empresários sul-coreanos pedem boicote aos produtos japoneses

Dezenas de pequenos e médios empresários sul-coreanos se reuniram em frente a Embaixada do Japão, na capital da Coreia do Sul, pedindo boicotes a produtos japoneses para protestar contra o movimento de Tóquio de restringir as exportações de alta tecnologia para seu vizinho.

Image © (Pequenos e médios empresários sul-coreanos organizaram uma manifestação em frente à embaixada japonesa em Seul, na Coreia do Sul, na segunda-feira, pedindo boicote aos produtos japoneses / Reprodução / via Japan Today) Jul/2019

Empresários sul-coreanos pedem boicote aos produtos japoneses

Dezenas de pequenos e médios empresários sul-coreanos se reuniram em frente a Embaixada do Japão, na capital da Coreia do Sul, pedindo boicotes a produtos japoneses para protestar contra o movimento de Tóquio de restringir as exportações de alta tecnologia para seu vizinho.

Durante o protesto de segunda-feira (15), Kim Sung-min, presidente da Associação Korea Mart, pediu aos empresários que boicotassem a distribuição de produtos japoneses até que Tóquio se desculpe pelas restrições comerciais e as retire.

A Coreia do Sul está preocupada que o rigor dos controles das exportações japonesa de fotorresistores e outros materiais sensíveis que são utilizados, principalmente, para a fabricação de semicondutores e monitores, podendo, potencialmente, prejudicar a economia que depende dessa importação.

A medida do Japão alimentou a indignação pública na Coreia do Sul, onde muitos acreditam que o Japão ainda não reconheceu, plenamente, a responsabilidade pelas atrocidades cometidas durante a sua ocupação colonial na Coreia de 1910 a 1945.