Embaixador britânico comemora acordo Mercosul-União Europeia

O embaixador britânico no Brasil, Vijay Rangarajan, disse, nesta sexta-feira (28), em Brasília que “o Reino Unido recebe com entusiasmo o acordo político sobre o Acordo de Livre Comércio entre a União Europeia e o Mercosul”.

Image © (Embaixador britânico no Brasil, Vijay Rangarajan / Reprodução / via Agência Brasil) Jun/2019

Embaixador britânico comemora acordo Mercosul-União Europeia

O embaixador britânico no Brasil, Vijay Rangarajan, disse, nesta sexta-feira (28), em Brasília que “o Reino Unido recebe com entusiasmo o acordo político sobre o Acordo de Livre Comércio entre a União Europeia e o Mercosul”.

Segundo Rangarajan, trata-se de uma conquista muito relevante e com importância econômica. “Além do impacto substancial no comércio, ele é importante do ponto de vista internacional e geoestratégico. Mostra também as possibilidades e capacidades dos arranjos multilaterais de comércio”.

embaixador parabenizou os envolvidos. “Estou muito satisfeito com os resultados. Parabéns à União Europeia, ao Mercosul, a todos os 32 países envolvidos e às equipes de negociadores”, afirmou o diplomata britânico.

Apoio ao ingresso do Brasil na OCDE

Vijay Rangarajan lembrou que atualmente trabalha com o governo brasileiro para ajudando na implementação do acesso à OCDE. “Esta é uma das mudanças mais profundas no momento para ambos, OCDE e Brasil. Essas reformas nem sempre são fáceis, mas esse comprometimento tem causado claro progresso”, afirmou.

O diplomata também falou sobre o Brexit, o processo de saída do Reino Unido da União Europeia. Segundo ele, a Grã Bretanha “está certamente passando por uma política doméstica complexa. Mas independentemente de quando ou como iremos sair da União Europeia, o Reino Unido continuará promovendo a abertura do comércio e investimento dos mercados, com regras compartilhadas e padrões altos, nos interesses de uma prosperidade mútua.

Estimativas

Segundo estimativas do Ministério da Economia do Brasil, o acordo entre o Mercosul e a União Europeia representará um incremento do Produto Interno Bruto (PIB, soma de todos os bens e serviços produzidos no Brasil de US$ 87,5 bilhões em 15 anos.

De acordo ainda com o ministério, esse valor pode chegar a US$ 125 bilhões se forem consideradas a redução das barreiras não tarifárias e o incremento esperado na produtividade. O aumento de investimentos no Brasil, no mesmo período, será da ordem de US$ 113 bilhões. Com relação ao comércio bilateral, as exportações brasileiras para a UE apresentarão quase US$ 100 bilhões de ganhos até 2035.