Terroristas do estado islâmico assumem autoria dos atentados no Sri Lanka, segundo a mídia

No domingo (21), o Sri Lanka foi alvo de uma série de ataques terroristas, que atingiram igrejas e hotéis ao longo do país, causando a morte de pelo menos 321 e deixando mais de 500 pessoas feridas.

Image © (Funeral em massa das vítimas dos ataques no Sri Lanka / Reprodução / via Agência Sputnik) Apr/2019

Terroristas do estado islâmico assumem autoria dos atentados no Sri Lanka, segundo a mídia

No domingo (21), o Sri Lanka foi alvo de uma série de ataques terroristas, que atingiram igrejas e hotéis ao longo do país, causando a morte de pelo menos 321 e deixando mais de 500 pessoas feridas.

O ministro da Defesa do país anunciou recentemente que a série de explosões foi uma resposta ao ataque a mesquitas na Nova Zelândia contra muçulmanos.

O Daesh (grupo terrorista também conhecido como estado islâmico) assumiu a responsabilidade pelos atentados no Sri Lanka, segundo a Reuters.

Hoje é um dia de luto no país pelas vítimas dos atentados no último domingo (21), realizados em diversos pontos, que compreendem igrejas durante a celebração da Páscoa, e hotéis.

Entretanto, a agência de notícias ressaltou que os terroristas falharam em fornecer qualquer evidência que comprove a declaração.

Enquanto isso, a polícia do Si Lanka anunciou que o número de vítimas fatais dos ataques subiu para 321, e que aproximadamente outras 500 estão feridas.

Anteriormente, o governo do país culpou o grupo de extremistas islâmicos, National Thowheed Jamath (NTJ), pelas explosões no país, com o ministro da Defesa, Ruwan Wijewardene, especificando que os atentados do Sri Lanka foram uma resposta aos ataques a mesquitas na Nova Zelândia contra muçulmanos.