FMI concede empréstimo emergencial de US$ 118 milhões para Moçambique

O Fundo Monetário Internacional (FMI) aprovou financiamento emergencial de US$ 118,2 milhões para Moçambique. A ajuda financeira será usada na reconstrução do país, afetado pelo ciclone Idai.

image © (Cidade da Beira, Moçambique, após a passagem do ciclone Idai / Reprodução / via Agência Brasil) Apr/2019

FMI concede empréstimo emergencial de US$ 118 milhões para Moçambique

O Fundo Monetário Internacional (FMI) aprovou financiamento emergencial de US$ 118,2 milhões para Moçambique. A ajuda financeira será usada na reconstrução do país, afetado pelo ciclone Idai.

Segundo o FMI, a assistência financeira destina-se a suprir as lacunas de financiamento orçamental e externo decorrentes das necessidades de reconstrução após o ciclone, que causou perdas significativas de vidas humanas e danos nas infraestruturas do país.

“As autoridades continuam comprometidas com a estabilidade macroeconômica, que também será apoiada pelo financiamento do FMI. As principais medidas fiscais incluem a realocação de gastos de menor prioridade para assistência de emergência aos mais pobres e para a reconstrução”, diz o fundo, em nota.

Esse tipo de financiamento tem taxa de juros zero, período de carência de cinco anos e meio e prazo final de 10 anos. O Fundo revê o nível das taxas de juros para todas as concessões a cada dois anos.

Em março, o ciclone provocou fortes ventos, chuvas e inundações no país, além de atingir também países vizinhos, como Madagascar, Malaui, Zimbábue e a África do Sul.