Após show em São Paulo com Corrosion Of Conformity, Axes Connection estreia nos palcos de Porto Alegre.

A apresentação da banda Axes Connection acontece no dia 05 de Setembro na Sala Álvaro Moreyra. A proposta do grupo foi aprovada pela Secretaria Municipal da Cultura para ocupação dos teatros municipais. O Axes Connection é uma banda de Heavy Metal! Pesado e cortante como um machado! Um novo som, contemporâneo, composto e gravado por músicos que acumulam décadas de experiência. Esse show marcará a estreia do novo baterista da banda, Fabiano Lopes (Tempest).

 

Os integrantes da banda são, o vocalista Márcio Machado, o guitarrista Marcos Machado (ex-Distraught), o baixista Magoo Wise (ex-The Wise, ex-Distraught, ex-Apocalypse) e Fabiano Lopes (Tempest). Tudo começou ainda na década de 90, com os irmãos Vitor e Marcos Machado compuseram algumas músicas juntos para um novo projeto. O material acabou ficando na gaveta depois que Marcos foi convidado para ser o novo guitarrista da banda gaúcha de thrash metal Distraught. Marcos passou 15 anos com o Distraught, gravou quatro álbuns e fez turnês pelo Brasil, Argentina e Uruguai, além de shows ao lado do Megadeth, Destruction, entre outros. Durante esse período o projeto com o irmão baterista Vitor manteve-se ativo, embora informalmente. Em algumas ocasiões, contaram com a participação do terceiro irmão, o vocalista Márcio Machado.

Em janeiro de 2013, Vitor encorajou Marcos – já fora da Distraught – a levar o projeto em conjunto a sério. Os trabalhos foram retomados com enorme entusiasmo quando, infelizmente, Vitor veio a falecer logo no mês seguinte. Marcos decidiu então dar continuidade ao trabalho e assim honrar a memória do irmão. Márcio Machado juntou-se imediatamente, bem como um amigo de longa data, o baixista Magoo Wise que durante anos havia tocado com Marcos, antes do Distraught. Na bateria, o grupo contou com a colaboração de dois ótimos músicos, Lourenço Gil e Christiano “Hulk”. Assim nasceu “A Glimpse Of Illumination”, disco de estreia do projeto agora chamado de Axes Connection – uma referência direta ao sobrenome dos irmãos Machado (“Axe”, em inglês).

O disco tem colecionado muitos elogios na imprensa especializada: “(…) um dos melhores trabalhos do ano” (Acesso Music); “Grandes canções regadas de emoções, música de qualidade e profissionalismo” (O Subsolo); “…álbum acima da média” (Rio Metal Press); “(…) um trabalho magnífico” (Roadie Metal); “Eis uma banda que tem um futuro promissor” (Metalvox); “Um ótimo disco de estreia, mostrando que a banda tem um diferencial” (Alquimia Rock); (…) muito bom, cheio de vigor e peso (Metal Samsara); “(…) engrandece a lista dos ótimos trabalhos nacionais lançados em 2017” (Metal Na Lata); “(…) uniformidade em termos de qualidade do começo ao fim” (Rock Master); “Grande estreia” (Rebel Rock); “(…) contemporaneidade penetrante aos tradicionalismos do Heavy Metal.” (Gaveta de Bagunças); “(…) uma banda versátil, com um Metal potente que segue seu caminho numa variação rítmica bem encaixada, com o peso na medida certa.” (Arte Metal).

O reconhecimento da imprensa resultou em oportunidades para os palcos. O Axes Connection foi uma das bandas convidadas do show do Corrosion Of Conformity que rolou em Maio no Vic Club em São Paulo. A apresentação marcou a estreia do Axes Connection nos palcos e foi celebrada pelo público presente!

Agora é a vez da cidade natal da banda, Porto Alegre, receber o show de divulgação de “A Glimpse Of Illumination”. A apresentação acontece no próximo dia 05 de Setembro a partir das 20h na sala Álvaro Moreyra (Av. Erico Veríssimo, 307 – Azenha). O show foi possibilitado através de uma proposta do grupo aprovada pela Secretaria Municipal da Cultura para ocupação dos teatros municipais de Porto Alegre.

Esse show marcará a estreia do novo baterista da banda, Fabiano Lopes (Tempest).

Os ingressos antecipados para o show do Axes Connection na sala Álvaro Moreyra estão à venda por R$ 15,00 na loja A Place que fica no Centro Shopping em Porto Alegre. Na hora do show os ingressos custarão R$ 20,00.

“A Glimpse Of Illumination” do Axes Connection já está disponível nas principais plataformas digitais:
Spotify: https://goo.gl/Pb1pDx
Deezer: https://goo.gl/yPtZh3
Google Play: https://goo.gl/UYHL6k
Amazon: https://goo.gl/MsLnXW
iTunes: https://goo.gl/pxnmMH
Youtube: https://goo.gl/JCt2wt

Mais Informações:
www.facebook.com/axesconnection
www.twitter.com/axesconnection
www.soundcloud.com/axesconnection
www.instagram.com/axesconnection

Press Release e Gestão Cultural:

Eliton Tomasi – SOM DO DARMA
[email protected]
www.somdodarma.com.br
(15) 3211-1621

Crédito Foto: Divulgação

Da Redação by Cleo Oshiro

 

Artigo anteriorMoussaka de berinjela
Próximo artigoXuxa Levy: Produtor faz música para clipe da Anistia Internacional Brasil
Cleo Oshiro
Sou a Cleo Oshiro, uma mineira que no ano de 2002 optou por viver no Japão com a família. Em 2010 a Revista GVK Internacional no Brasil, especializada em karaokê, me descobriu no Orkut e através da minha paixão pela música e karaokê, decidiram fazer uma matéria sobre minha vida aqui no Japão, afinal foi aqui na cidade de Kobe que ele surgiu e se espalhou pelo mundo. Com a repercussão da matéria, eles me convidaram para ser a Correspondente Internacional da revista no Japão e aceitei o desafio e não parei mais. Fui Colunista Social por 2 anos no Portal Mie/Japão, da Revista Baladas Internacional/ Suiça, na BDCiTV/EUA e na Revista Biografia/ Brasil, realizando entrevistas com várias personalidades do meio artístico. Minhas matérias são para divulgar o trabalho dos artistas, sem apelos sensacionalistas, mesmo porque meu foco é mostrar a imensidão de talentos espalhados pelo mundo sejam famosos ou não. Atualmente faço parte da equipe da Rádio Shiga, onde faço matérias artísticas e sou a idealizadora do programa musical The Best Of Brazilian Music em parceria com o Omote-san. O programa foi suspenso devido problemas interno, mas o tempo em que esteve no ar levava a música brasileira à outros países da Asia. O programa The Best Of Brazilian Music era apresentado em inglês pela DJ Shine Dory, uma filipina apaixonada pela MPB e Bossa Nova. A escolha pelo idioma foi para alcançar japoneses e estrangeiros que vivem no Japão, já que inglês é um idioma universal e os brasileiros já contavam com o acesso as informações dos artistas através das matérias publicadas por mim no site