25 C
Kōnan
terça-feira, 7 de julho de 2020

Líderes do Japão e EUA concordam em iniciar diálogo econômico

Estatística COVID19 - Coronavírus

Total Global
Última atualização em:
Casos

Mortes

Recuperados

Active

Casos Today

Mortes Today

Critical

Affected Countries

Saiba como funcionam os testes para detectar a covid-19

Saiba como funcionam os testes para detectar a covid-19 Para identificar as infecções causadas pelo novo coronavírus, dois tipos de teste são mais usados: os...

Aviso de emergência de fortes chuvas para três províncias de Kyushu

Aviso de emergência de fortes chuvas para três províncias de Kyushu A Agência Meteorológica do Japão emitiu um aviso de emergência para chuva forte em...

Emitida ordem de evacuação para parte de Kyushu

Emitida ordem de evacuação para parte de Kyushu As ordens de evacuação estão em vigor para partes das províncias de Fukuoka, Saga, Nagasaki e Oita,...

Tóquio relata 102 casos de infecção por coronavírus chinês

Tóquio relata 102 casos de infecção por coronavírus chinês Fontes do Governo Metropolitano de Tóquio informam que 102 novos casos de infecção por coronavírus chinês...

Bibliotecas de Hong Kong retiram livros pró-democracia das prateleiras

Bibliotecas de Hong Kong retiram livros pró-democracia das prateleiras Livros de personalidades pró-democracia ficaram indisponíveis em bibliotecas públicas de Hong Kong depois que a lei...

Líderes do Japão e EUA concordam em iniciar diálogo econômico. O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, disse que ele e o presidente dos EUA, Donald Trump, concordaram em lançar um diálogo bilateral para aprofundar as relações econômicas.

Abe e Trump falaram em uma conferência de imprensa conjunta, após a sua primeira reunião de cúpula na Casa Branca, na sexta-feira.

Abe disse que o Japão pode oferecer sua tecnologia avançada para contribuir com a estratégia de crescimento de Trump e criar novos empregos nos Estados Unidos.

Ele disse que os dois lados concordaram em lançar um diálogo entre o vice-primeiro-ministro Taro Aso e vice-presidente Mike Pence, acrescentando que as negociações abrangerão uma ampla gama de setores, para explorar formas de aprofundar os laços econômicos bilaterais.

Sobre o comércio, Abe disse que ele e Trump confirmaram a sua forte determinação para a criação de um mercado livre e justo na região Ásia-Pacífico.

Trump retirou os EUA do acordo de livre comércio da Associação Transpacífico, ao qual o Japão pertence, dizendo que ele prefere negociar um pacto comercial bilateral.

Abe notou a importância continuada do Japão e dos EUA liderando o caminho para criar regras livres e justas na Ásia e no Pacífico.

Referindo-se à crítica de Trump sobre as políticas monetária e cambial do Japão, Abe disse que concordou que seus ministros das Finanças continuarão a manter conversações sobre moedas.

Em matéria de segurança, Abe disse que uma forte aliança Japão-EUA é a pedra angular da paz e prosperidade na região da Ásia-Pacífico.

Disse ainda que o vínculo dos dois países é inabalável, e que ele e Trump compartilham uma forte determinação de fortalecer ainda mais essa aliança.

Abe disse que os dois líderes confirmaram que o tratado de segurança Japão-EUA se aplica às Ilhas Senkaku do Japão, no Mar da China Oriental.

O artigo 5 do tratado obriga os EUA a defender o Japão em caso de emergência.

O Japão controla as ilhas. China e Taiwan também as reivindicam.

O governo japonês sustenta que as ilhas são parte inerente do território do Japão.

Abe disse que ele e Trump concordaram em continuar a cooperação, para realocar o Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA da Futenma Air Station, dentro de Okinawa, classificando o plano como sendo a única maneira de resolver o problema.

Ele disse que, também, confirmaram sua forte oposição a qualquer tentativa de mudar o “status quo” através do uso da força ou coerção nos mares do leste e do sul da China.

O primeiro-ministro disse que os líderes também concordaram sobre a importância de resolver a questão dos sequestros da Coréia do Norte, de cidadãos japoneses.

Abe disse que as questões de refugiados e terrorismo requerem cooperação global e que o Japão pretende cumprir com seu papel e responsabilidade.

No entanto, ele se recusou a comentar sobre a ordem executiva de Trump de restringir a entrada de imigrantes e refugiados nos EUA, dizendo que estes são os assuntos internos de outro país.

SourceNHK World

Artigos relacionados

Aviso de emergência de fortes chuvas para três províncias de Kyushu

Aviso de emergência de fortes chuvas para três províncias de Kyushu A Agência Meteorológica do Japão emitiu um aviso de emergência para chuva forte em...

Emitida ordem de evacuação para parte de Kyushu

Emitida ordem de evacuação para parte de Kyushu As ordens de evacuação estão em vigor para partes das províncias de Fukuoka, Saga, Nagasaki e Oita,...

Tóquio relata 102 casos de infecção por coronavírus chinês

Tóquio relata 102 casos de infecção por coronavírus chinês Fontes do Governo Metropolitano de Tóquio informam que 102 novos casos de infecção por coronavírus chinês...

ÁSIA

ÚLTIMAS NOTÍCIAS - BRASIL

Covid-19 Brasil: 1.603.055 casos confirmados, 64867 mortes, 906.286 recuperados e 631.902...

0
Covid-19 Brasil: 1.603.055 casos confirmados, 64867 mortes, 906.286 recuperados e 631.902 em recuperação Boletim divulgado neste domingo (5) pelo Ministério da Saúde, registra que até...
Translate »