25.6 C
Kōnan
sexta-feira, 10 de julho de 2020

Sobe para 247 pessoas mortas no terremoto na Itália

Estatística COVID19 - Coronavírus

Total Global
Última atualização em:
Casos

Mortes

Recuperados

Active

Casos Today

Mortes Today

Critical

Affected Countries

Lucros despencam nas lojas de conveniência do Japão

Lucros despencam nas lojas de conveniência do Japão Os três maiores operadores de lojas de conveniência do Japão estão relatando uma forte queda nos lucros,...

Empresa japonesa começa a produzir máscaras domesticamente

Empresa japonesa começa a produzir máscaras domesticamente Um fabricante japonês de bens de consumo iniciou a produção doméstica de máscaras faciais em sua fábrica no...

Japão permitirá aglomerações maiores apesar do aumento do número de casos do coronavírus chinês

Japão permitirá aglomerações maiores apesar do aumento do número de casos do coronavírus chinês O governo japonês prosseguirá com os planos para aliviar as restrições...

Japão e EUA confirmam estreita cooperação na questão da Coreia do Norte

Japão e EUA confirmam estreita cooperação na questão da Coreia do Norte Diplomatas seniores japoneses e americanos confirmaram uma estreita cooperação no trato com a...

Regulador Nuclear exige que a TEPCO esclareça as responsabilidades

Regulador Nuclear exige que a TEPCO esclareça as responsabilidades O regulador de energia nuclear do Japão exigiu que a Tokyo Electric Power Company - TEPCO...

O número de vítimas mortais do terremoto na Itália aumentou para 247, informa a agência France-Presse. Agência Sputnick Brasil

Anteriormente fora relatado sobre 159 mortos e 368 feridos. O número exato de desaparecidos ainda é desconhecido, os trabalhos de resgate não param mesmo à noite.

O número de vítimas do forte sismo no centro da Itália subiu para 247 pessoas, informa a agência local ANSA. O jornal italiano La Repubblica escreve que na noite passada foram registrados 60 réplicas, a mais forte foi de magnitude 4,5. No total, de acordo com a publicação, nas últimas 24 horas, houve pelo menos 300 eventos sísmicos. Ontem à noite, o primeiro-ministro italiano Matteo Renzi se encontrou as com equipes de resgate na área afetada pelo terremoto.

“Nenhuma família, nenhuma cidade, nenhuma aldeia será abandonada” – prometeu ele.

Renzi avisou que provavelmente o número de mortos ainda vai aumentar. O primeiro tremor de terra ocorreu na noite em 24 de agosto. Três áreas foram gravemente afetadas – Lazio, Úmbria e Marcas. O Conselho de Ministros italiano convocou uma reunião de emergência para a coordenação dos trabalhos de busca e salvamento.

Artigos relacionados

Mudança de atitude dos EUA é necessária para a desnuclearização diz Coreia do Norte

Mudança de atitude dos EUA é necessária para a desnuclearização diz Coreia do Norte Kim Yo Jong, a irmã do ditador norte-coreano, deu a entender...

Japão e EUA confirmam estreita cooperação na questão da Coreia do Norte

Japão e EUA confirmam estreita cooperação na questão da Coreia do Norte Diplomatas seniores japoneses e americanos confirmaram uma estreita cooperação no trato com a...

Prefeito de Seul encontrado morto após desaparecimento

Prefeito de Seul encontrado morto após desaparecimento A polícia sul-coreana informa que o prefeito de Seul foi encontrado morto. A polícia diz que o prefeito, Park...

ÁSIA

ÚLTIMAS NOTÍCIAS - BRASIL

SAAB inicia a produção do Gripen no Brasil

0
SAAB inicia a produção do Gripen no Brasil A SAAB Aeronáutica Montagens (SAM), primeira fábrica de aeroestruturas da SAAB fora da Suécia para o novo...
Translate »