Satã – Um show para madame, espetáculo teatral inspirado em Madame Satã estreia no Rio

Satã – Um show para madame, espetáculo teatral inspirado em Madame Satã estreia no Rio.

12193544_10206936457588803_2433172389589741951_n

Livremente inspirado nas histórias de Madame Satã, personagem emblemático da vida noturna e marginal carioca do século XX, ícone da malandragem e da história do Rio, o espetáculo teatral “Satã – Um show para madame” traça uma profunda análise do humano e seu meio social. Com a atuação do ator, cantor e bailarino Leandro Melo, de “Dzi Croquetes” e “Elis, a Musical”, e com uma trilha ao vivo que é composta por ritmos da boemia carioca como samba, chorinho e MPB, a obra retrata a história não só do personagem icônico, mas também da Lapa e do Rio

Satã – Um show para Madame estreia no dia 06 de novembro, fica em cartaz até 29 de novembro, no teatro SESC Tijuca, e tem exibições de sexta a domingo as 20 horas.

“Eu vim ao mundo junto com o século XX” – Madame Satã

Satã – Um show para madame
Com: Leandro Melo
Direção: Édio Nunes
Classificação: 14 anos
Datas: de 6 a 29 de novembro / de Sexta a Domingo Horário: 20h
SESC TIJUCA – R. Barão de Mesquita, 539 – Tijuca, Rio de
Janeiro – RJ, 20540-001 / (21) 3238-2139
Ingressos: R$20,00

Marginalizado por ser negro, pobre e homossexual, Madame Satã, como foi batizado o transformista João Francisco do Santos após um concurso de carnaval, foi preso várias vezes por lutar em defesa de mendigos, prostitutas, travestis e negros, e se tornou ainda mais famoso após sua polêmica entrevista ao jornal Pasquim.

Conhecido como o malandro mais temido da Lapa, Madame Satã possui uma trajetória de vida tortuosa que reflete as transformações da malandragem. Na obra, das mais diferentes formas, as histórias da Lapa e as do personagem se misturam e criam um retrato do afamado transformista e da cidade de seu tempo.

Procurando balancear uma experiência mental profunda com a leveza de desfechos positivos, “Satã – Um show para Madame” é sobretudo uma reflexão a respeito de sentimentos como autoestima, felicidade e realizações pessoais.

Sinopse:

Um homem descobre a história de Madame Satã e sai em busca de sua trajetória de vida. Ao encontrar um lugar abandonado onde com coisas antigas de Madame Satã, como livros e jornais, começa a pesquisar mais a fundo para fazer um show em homenagem a Madame Satã. Porém, não consegue e começa a enlouquecer achando que é o próprio Madame Satã. No final ele faz o show em homenagem a Madame Satã, que não se sabe se ao certo se aconteceu realmente, ou se existiu apenas em seu imaginário.

11807116_10206379390222467_1350523954217213345_o

Leandro Melo nasceu no Mato Grosso, tem 29 anos e é ator, cantor e bailarino. Participou de vários espetáculos, entre eles “Dzi Croquetes” e “Elis, a musical”. Co-produziu e idealizou o
espetáculo Satã – Um show para madame e atualmente mora na Lapa, no Rio de Janeiro, bairro onde Madame Satã ficou conhecido por ser frequentador assíduo.

Contatos:
Assessoria de imprensa: Gabriel Mello –
[email protected]
Produção: Alina Lyra – [email protected]

Radio Shiga by Cleo Oshiro

Artigo anteriorCampanha Novembro Azul alerta para prevenção do câncer de próstata
Próximo artigoJapão aposta no hidrogênio como fonte de energia limpa
Cleo Oshiro
Sou a Cleo Oshiro, uma mineira que no ano de 2002 optou por viver no Japão com a família. Em 2010 a Revista GVK Internacional no Brasil, especializada em karaokê, me descobriu no Orkut e através da minha paixão pela música e karaokê, decidiram fazer uma matéria sobre minha vida aqui no Japão, afinal foi aqui na cidade de Kobe que ele surgiu e se espalhou pelo mundo. Com a repercussão da matéria, eles me convidaram para ser a Correspondente Internacional da revista no Japão e aceitei o desafio e não parei mais. Fui Colunista Social por 2 anos no Portal Mie/Japão, da Revista Baladas Internacional/ Suiça, na BDCiTV/EUA e na Revista Biografia/ Brasil, realizando entrevistas com várias personalidades do meio artístico. Minhas matérias são para divulgar o trabalho dos artistas, sem apelos sensacionalistas, mesmo porque meu foco é mostrar a imensidão de talentos espalhados pelo mundo sejam famosos ou não. Atualmente faço parte da equipe da Rádio Shiga, onde faço matérias artísticas e sou a idealizadora do programa musical The Best Of Brazilian Music em parceria com o Omote-san. O programa foi suspenso devido problemas interno, mas o tempo em que esteve no ar levava a música brasileira à outros países da Asia. O programa The Best Of Brazilian Music era apresentado em inglês pela DJ Shine Dory, uma filipina apaixonada pela MPB e Bossa Nova. A escolha pelo idioma foi para alcançar japoneses e estrangeiros que vivem no Japão, já que inglês é um idioma universal e os brasileiros já contavam com o acesso as informações dos artistas através das matérias publicadas por mim no site